Pular para o conteúdo principal

O cético que se tornou um ufólogo: a história de J. Allen Hynek


J. Allen Hynek, maior pioneiro da Ufologia Mundial, perseguiu sempre a seriedade no estudo ufológico

Novo livro narra a vida e a carreira de pesquisador ufológico do grande pioneiro da Ufologia Mundial

J. Allen Hynek, possivelmente o maior pioneiro da Ufologia Mundial, tem uma das histórias mais extraordinárias desse campo de estudo, e um novo livro explora o trabalho e a obra desse grande personagem. The Close Encounters Man (Harper Collins, 2017) foi escrito por Mark O'Connell, que mantém o blog High Strangeness e escreveu o roteiro de vários episódios de Star Trek: Deep Space 9 (Jornada nas Estrelas: A Nova Fronteira). Na obra, O´Connell descreve como o astrônomo Hynek foi contratado em 1948 pela Força Aérea norte-americana (USAF) a fim de explicar relatos de observações de UFOs, dentro do Projeto Sign. Ele descobriu que a maior parte dos avistamentos se devia a fenômenos facilmente explicáveis, como objetos astronômicos e fenômenos meteorológicos.

Porém, cerca de 20% dos casos não puderam ser explicados. Hynek os deixou de lado, confiando que em pouco tempo poderiam ser desvendados com o mesmo tipo de explicação. Ele assinou seu relatório e voltou a lecionar nas universidades Ohio State e Wesleyan. Poucos anos depois ele foi novamente procurado pela USAF, e o astrofísico ficou espantado pelo fato de as pessoas ainda estarem vendo essas coisas. E ficou mais curioso pelo fato de os mesmos 20% de casos mais novos continuavam inexplicáveis. Hynek passou a se interessar, proferindo em 1952, em um evento em Boston da Sociedade Óptica da América, o seguinte: "Isso é algo que precisamos estudar, que pode representar um campo inteiramente novo da natureza, e como cientistas deveríamos estar curiosos o suficiente para estudá-lo". Anos depois, em 1966, quase uma centena de pessoas observou em Michigan a movimentação de estranhas luzes, causando um furor nacional.



A USAF enviou Hynek para investigar, e este afirmou após três dias de intensa investigação que tudo se devia a gás do pântano. As reações em contrário por parte das testemunhas foram vigorosas, e muitos afirmam que esse foi o caso que motivou J. Allen Hynek a trocar de lado, chegando até a afirmar que não iria mais "livrar a cara" da USAF. O professor chegou ainda a afirmar, novamente para a Sociedade Óptica: "O ridículo não é parte do método científico, e o público norte-americano não deveria ser levado a acreditar nisso". Hynek fundou em 1973 o Centro de Estudos de UFOs (Cufos), que até meados dos anos 80 teve um papel fundamental no estudo do Fenômeno UFO, sendo financiado até mesmo por instituições científicas. Disputas no meio ufológico e até mesmo o falecimento de Hynek em 1986 não permitiram que este realizasse seu maior objetivo, dar credibilidade ao estudo do Fenômeno UFO para ser pesquisado no meio acadêmico.

POLÊMICA NA UFOLOGIA MUNDIAL


Capa de The Close Encounters Man e seu autor, Mark O´Connell

Mark O´Connell explica: "Hynek observou que um meteorologista não pode estudar um tornado em um laboratório, somente seus resultados. Ele pensou a mesma coisa sobre os UFOs, é necessário ser criativo quando se pesquisa algo tão fora do comum como eles, que até parecem deliberadamente tornar mais complicado seu entendimento". O autor ainda comenta que Communion, livro de Whitley Strieber, foi lançado um ano após o falecimento de Hynek, e mudou por completo o entendimento da Ufologia Mundial. Strieber era um escritor de obras de terror que na época rivalizava com Stephen King, e muitos foram os que o acusaram de mentir sobre suas experiências ufológicas. O´Connell ressalta a polêmica, dizendo: "Não sabemos se essa mudança foi na consciência, ou em nós mesmos".

Questionado sobre para qual lado J. Allen Hynek tenderia, se a credulidade ou o ceticismo, O´Connell coloca o grande pioneiro entre Carl Sagan e Erich von Däniken, pendendo mais para Sagan, sendo que os dois combateram fortemente os charlatães e mistificadores que infestam a Ufologia. Porém o autor afirma que Hynek seria crítico de Sagan por suas opiniões sobre os UFOs. O´Connell defende a aproximação com a ciência, lembrando das descobertas de exoplanetas e até mesmo da Estrela de Tabby, que pode abrigar uma megaestrutura alienígena, e finaliza: "O estudo dos UFOs não torna ninguém tolo, e sim mostra que essa pessoa tem interesse em aprender mais sobre o mundo ao nosso redor, encontrar as fronteiras da ciência e estudar coisas que a ciência ainda não consegue explicar. Acredito que esse é um ótimo ponto de vista para qualquer cientista".

http://www.cufos.org/
https://www.harpercollins.com/9780062484178/the-close-encounters-man


FONTE: REVISTA UFO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…