Pular para o conteúdo principal

Cientista do Departamento de Defesa dos EUA alega ter tido encontro com OVNI



Um cientista que trabalha para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos é o mais recente ex-oficial militar a delatar fatos sobre alienígenas e OVNIs.

O perito em sistemas eletromagnéticos e de laser, que pediu para manter seu nome em sigilo a fim de salvaguardar sua carreira, alega ter visto um OVNI extraordinário, no formato de receptor de aparelho telefônico, nas florestas de Ontário, Canadá, durante uma caçada.

O homem relatou seu suposto encontro numa entrevista de 40 minutos com a MUFON – Mutual UFO Network, a maior organização de investigação de OVNIs do mundo. Ele disse que fazia parte de uma equipe de três caçadores, numa viagem que ocorreu em 28 de agosto de 2014, aproximadamente às 21h40, quando a ‘nave’ foi vista a somente 120 metros de distância deles, por aproximadamente seis minutos.

Os outros dois homens na equipe também não se identificaram.

Ele alega ter observado o objeto através da luneta de seu rifle.

Numa vídeo entrevista para a MUFON, ele disse: “Estávamos dirigindo por uma rota de lenhadores, em direção à autoestrada principal, quando apareceu esta nave em altitude baixa o suficiente para vê-la através do para-brisas.

“Eu diria que ela estava no máximo entre 15 a 18 metros de altitude. Tirei a luneta de meu rifle para fora da mochila, abri a janela e me pendurei para fora, a fim de observar a nave.”

Ele a descreveu como tendo um “intenso brilho” gerando uma intensidade de luz similar à iluminação de um estádio.

“Estive envolvido com sistemas operacionais no passado, e esta coisa tinha luz coerente; era ‘salgada’ aos olhos quando você olhava para ela, como se estivéssemos olhando para um laser que tinha passado através de uma grade de difração, ou algo desta natureza. Não era um laser focado… Uma das testemunhas ao meu lado ficou assustado e disse ‘o que é isto?’ e a outra pessoa disse atire nele; mas eu disse que não podia atirar em algo que não era identificado.”

O homem disse ter feito várias notas mentais sobre o objeto, estimando ter 50 metros de comprimento, 6 metros de espessura, com um diâmetro de aproximadamente 18 metros. Ele disse:

“Parecia como se fosse feito de uma pedaço de mercúrio forjado. Ele era brilhante e polido. Não havia nenhuma linha ou rebite. Sou piloto, assim eu estava olhando por todos os detalhes que você veria numa aeronave. Eu estava procurando por linhas na fuselagem que indicariam uma porta ou um equipamento de pouso.”

A testemunha alega que pela maior parte do evento nenhuma câmera funcionava, mas após a nave estar a 400 metros de distância, ou mais, tudo voltou a funcionar. Ele ainda disse que eles foram capazes de registrar uma assinatura eletromagnética vinda dele, mas o homem não alega que tenha sido definitivamente uma nave alienígena. Ele acredita que poderia ser algum tipo de tecnologia secreta de governos da Terra.

O homem está requerendo a todos que viram uma nave similar, ou qualquer cientista avançado com conhecimento de rádio de alta frequência ou sistemas de geração de campo de frequências, que se manifestem.

Ele disse: “A razão principal de eu estar fazendo isto é que estou procurando por ajuda para tentar encontrar como este veículo voava”.

O caso está sendo investigado pela MUFON do estado de Indiana, nos EUA.

Abaixo, o vídeo em inglês sobre o incidente:

FONTE: http://www.express.co.uk/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Sintomas bizarros de “ataque sônico” estariam se espalhando por diplomatas americanos pelo mundo

Por: Rhett Jones

Por mais de um ano e meio, diplomatas norte-americanos sofreram de doenças parecidas, que incluíam danos cerebrais leves e perda de audição, depois de terem alegado ouvir sons incomuns. Os incidentes começaram em Cuba, mas os relatos agora se espalharam para outros países. À medida que as autoridades ampliaram os esforços para tratar os casos potenciais, quase 200 pessoas teriam se apresentado para serem examinadas.

O Departamento de Estado dos Estados Unidos teve pouco a dizer sobre os incidentes que começaram em Havana, no fim de 2016, e o vácuo de informações abriu as portas para teorias da conspiração e outras alegações não checadas. Por ora, ninguém pode dizer com certeza o que está acontecendo nesses casos, mas parece que diplomatas norte-americanos estão sendo alvos de algum tipo de ataque que tem deixado os especialistas perplexos. No começo, os oficiais acreditavam que algum “dispositivo sônico” desconhecido estivesse sendo usado contra as vítimas, mas outra…

Fazendeiro grego encontra túmulo de 3.400 anos debaixo de suas oliveiras

Por: George Dvorsky

Um túmulo de 3.400 anos contendo dois caixões e dúzias de artefatos que remontam ao fim da era Minoica estava escondido debaixo do olival de um fazendeiro grego, no sudeste da ilha de Creta, na Grécia.

Como noticiado pelo Cretapost, o homem, que não teve seu nome revelado, estava tentando estacionar seu veículo debaixo da sombra de uma oliveira quando o solo debaixo dele começou a afundar. Depois de se afastar, o fazendeiro notou que um buraco medindo cerca de 1,2 metro de largura apareceu de repente. Quando ele olhou para o vazio abaixo, rapidamente percebeu que havia se deparado com algo importante.


O buraco. Imagem: Eforato de Antiguidades de Lasithi

O fazendeiro contatou o Eforato de Antiguidades de Lassithi — ministério de patrimônio local —, que enviou arqueólogos para investigar. Descobriram então que o fazendeiro havia se deparado com um túmulo da era Minoica contendo um par de caixões, cada um deles com um só esqueleto. Duas dúzias de vasos com ornamentos…