Pular para o conteúdo principal

Moléculas orgânicas extraterrestres são encontradas em rochas vulcânicas de 3,3 bilhões de anos


Imagem de satélite do Cinturão de Barberton Greenstone. Foto: NASA

Por Ryan F. Mandelbaum

Geólogos na França e Itália encontraram o que parecem ser moléculas orgânicas vindas do espaço sideral em rochas de 3,3 bilhões de anos presentes na África do Sul.

Até agora sabemos que moléculas orgânicas, desde metano até os aminoácidos, existem no espaço e talvez algumas delas foram trazidas para o nosso planeta por meio de asteroides que continham carbono.

Cientistas que estudavam rochas antigas da África do Sul aparentemente acharam evidências dos exemplos mais antigos já encontrados dessas moléculas extraterrestres.

Um pequeno sistema chamado de Montanhas Barberton Makhonjwa e Cinturão de Barberton Greenstone está situado no leste da África do Sul e na Suazilândia contém um depósito de 7 a 20 metros de rochas vulcânicas de 3,3 bilhões de anos atrás chamada Josefdal Chert, onde o material foi encontrado.

Entre as camadas de cinzas vulcânicas existem camadas cheias de carbono, depositadas durante a época da baixa atividade vulcânica. Toda a região parece ter sido alterada pela presença da água (como em uma região costeira), de acordo com o artigo publicado na revista Geochimica et Cosmochimica Acta.

Os pesquisadores analisaram um par de amostras do tamanho de um selo de cartas durante visitas à campo. Para isso, cortaram-as em algumas dezenas de pedaços e as analisaram um microscópico de elétrons, prótons de um acelerador de partículas e ressonância paramagnética eletrônica de onda contínua (cw-EPR).

Basicamente, os pesquisadores mediram como os elétrons das amostras respondiam a uma mudança lenta de campo magnético. Eles descobriram diferentes tipos de sinais nos pedaços — a maioria deles correspondendo com sinais de carbono encontradas em outros locais da Terra. Em pedaço específico, o sinal encontrado parecia bastante ter vindo de um meteorito que continha carbono.

Encontrar material extraterrestre nos sedimentos não foi uma surpresa para os pesquisadores — os micrometeoritos provavelmente caíram na Terra há muito tempo, trazendo moléculas de carbono orgânico. O que os surpreendeu foi que, de alguma forma, havia materiais o suficiente na área para ainda serem detectáveis 3,3 bilhões de anos depois.

A hipótese dos cientistas é de que a amostra analisada se formou depois que o impacto de um meteoro produziu uma camada de poeira na atmosfera que então se assentou sob uma camada de cinzas vulcânicas.

Esta é apenas uma evidência, e não uma molécula literal que foi depositada há 3,3 mil milhões de anos. Mas ainda é uma coisa importante para se saber. A descoberta corrobora a ideia de que químicos orgânicos, baseados em carbono, que vieram do espaço forneceram alguns dos materiais brutos para a origem da vida na Terra, conforme aponta a New Scientist.

As pesquisas continuam mostrando que as rochas do nosso planeta preservam uma história incrível — não apenas a nossa própria história, mas a história de todo o sistema solar.

FONTE: GIZMODO BRASIL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Artur Berlet, O homem que foi para o Planeta Acart

O "Caso Berlet" ocorreu em 25 de maio de 1958 (faleceu em 1995), quando o gaúcho Artur Berlet, da cidade de Sarandí – RS, desapareceu por 11 dias.
Segundo Berlet teria sido abduzido e levado para um planeta chamado Acart aproximadamente 65,000,000 km da terra, demorou cerca de 38horas para chegar, onde ficou 11 dias em uma cidade com quase 90 milhões de habitantes. O curioso do fato que conseguiu comunicação com extraterrestres através do idioma Alemão.

Durante esse tempo, Berlet teve a chance de ver a Terra a partir do espaço. conhecer objetos e tecnologias que só teríamos posteriormente no decorrer do avanço dos humanos.
Após décadas, a fantástica história do gaúcho ainda surpreende a todos. Quem reconstituiu a história desse caso para a RBS foi a professora Ana Berlet, filha de Artur.

Vejam o nível da informação:

O Artur Berlet através de uma aparelho de Acart o qual olhou a terra, disse;
“a terra era AZUL.”



Ok ! parece nada demais, mas o fato é que ele disse anos ant…

Filme "Intruders" (Intrusos) 1992

Ao pesquisar problemas de duas de suas pacientes, proeminente psiquiatra de um importante hospital de Los Angeles (Interpretado pelo falecido ator Richard Crenna na vida real John Mack, psiquiatra formado em Harvard Medical School, 1955.) acaba penetrando em um universo de estranhas ocorrências relacionadas com OVNIs, que modificarão sua própria vida.

"Intruders" foi baseado no best-seller de Budd Hopkins e em casos verídicos que hoje compõem um vasto arquivo de histórias vividas por muitas pessoas que passaram por experiências com seres extraterrestres, e que neste filme colaboraram com renomados pesquisadores do assunto na reconstituição dos episódios.

Best Seller "Intruders" (Intrusos)

Algumas cenas do filme:








Filme legendado em português:




Inspiração do filme Intruders (Intrusos), mulher relata contato com ETs



A americana Debbie Jordan, que relata um contato com extraterrestres há 34 anos, comentou que ficaria chocada se houvesse uma nova aproximação, mas não enc…