Pular para o conteúdo principal

As ruínas pré-históricas que vieram à tona com a onda de calor no Reino Unido


Marcas deixadas por uma estrutura cerimonial perto de Oxford, de 4000 a.C. a 700 a.C.

A onda de calor que tomou conta da Europa neste verão continua a revelar a arqueólogos detalhes do passado da Inglaterra.

Imagens aéreas mostraram pela primeira vez monumentos cerimoniais do Período Neolítico, assentamentos da Idade do Ferro, mamoas (pequenos montes artificiais que recobrem monumentos fúnebres) e uma fazenda do período do Império Romano. Eles apareceram como marcas no terreno em diversas regiões - por meio de diferenças de cor ou na altura da vegetação.

A Historic England, instituição encarregada da preservação do patrimônio histórico do país, disse que o clima tornou as condições "ideais" para ver as marcas por causa da secura do solo.

Entre as descobertas estão dois monumentos do Período Neolítico encontrados perto do município de Milton Keynes, a cerca de 70 km de Londres.

Acredita-se que os longos retângulos perto de Clifton Reynes, na mesma área, sejam caminhos ou trajetos de procissão que datam de 3600 a.C. a 3000 a.C., o que faz deles dos mais antigos do país.


Retângulos perto de Milton Keynes

Várias marcas de um campo cerimonial perto de Eynsham, a alguns quilômetros de Oxford, são de 4000 a.C. a 700 a.C.

Monumentos aos mortos, um assentamento e um círculo de covas podem ser vistos em marcas na plantação, numa área que já era protegida.


Assentamento da Idade do Ferro foi descoberto em St. Ive, na Cornualha


Assentamento do período romano pode ser visto em Bicton, Devon

Entre outras descobertas estão marcas de um assentamento em círculo na cidade litorânea St. Ive, na Cornualha; um assentamento pré-histórico com trincheiras concêntricas em Lansallos, também no sudoeste do país.

Uma mamoa quadrada da Idade do Ferro e carrinho de mão em Pocklington, Yorkshire; uma mamoa da Idade do Bronze, uma série de valas que podem indicar uma fronteira em Scropton, Derbyshire; um assentamento ou cemitério em Stoke-by-Clare, Suffolk; uma fazenda romana num gramado em Bicton, Devon; fazendas pré-históricas em Stogumber, Somerset; uma área cercada antiga em Churchstanton, também em Somerset, no sudoeste da Inglaterra; e as bases soterradas de Tixall Hall, palácio medieval em Staffordshire.


O assentamento pré-histórico em Lansallosé outra descoberta na Cornualha


Uma área cercada antiga em Churchstanton, também em Somerset

Em cada caso as marcas são vistas como diferenças de cor ou na altura da plantação ou da grama.

Duncan Wilson, presidente do Historic England, disse: "A descoberta de fazendas antigas, assentamentos e monumentos do Período Neolítico é muito empolgante. O tempo abriu diversas áreas de uma só vez, e não um ou outro campo. Tem sido fascinante ver tantos traços do nosso passado sendo revelados graficamente."

A Historic England usa fotografia aérea de marcas em plantações para produzir mapas arqueológicos para ajudar a determinar a importância de ruínas soterradas.

Isso pode ajudar na hora de tomar decisões futuras sobre onde se pode construir e plantar.


Uma escultura complexa da Idade do Bronze foi revelada em Scropton, Derbyshire


As bases soterradas de Tixall Hall, construído em 1555, também emergiram

Helen Winton, investigadora aérea e gerente de mapeamento, disse: "Esse é o primeiro ano excepcional em muito tempo. É muito empolgante ter calor por tantos dias. A última vez que tivemos algo assim foi em 2011, quando descobrimos 1,5 mil sítios."

FONTE: BBC BRASIL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Fazendeiro grego encontra túmulo de 3.400 anos debaixo de suas oliveiras

Por: George Dvorsky

Um túmulo de 3.400 anos contendo dois caixões e dúzias de artefatos que remontam ao fim da era Minoica estava escondido debaixo do olival de um fazendeiro grego, no sudeste da ilha de Creta, na Grécia.

Como noticiado pelo Cretapost, o homem, que não teve seu nome revelado, estava tentando estacionar seu veículo debaixo da sombra de uma oliveira quando o solo debaixo dele começou a afundar. Depois de se afastar, o fazendeiro notou que um buraco medindo cerca de 1,2 metro de largura apareceu de repente. Quando ele olhou para o vazio abaixo, rapidamente percebeu que havia se deparado com algo importante.


O buraco. Imagem: Eforato de Antiguidades de Lasithi

O fazendeiro contatou o Eforato de Antiguidades de Lassithi — ministério de patrimônio local —, que enviou arqueólogos para investigar. Descobriram então que o fazendeiro havia se deparado com um túmulo da era Minoica contendo um par de caixões, cada um deles com um só esqueleto. Duas dúzias de vasos com ornamentos…