Pular para o conteúdo principal

Morre Evelyn Berezin, uma das maiores inovadoras da história da informática



Por Rafael Rodrigues Da Silva

O mundo perdeu mais uma de suas pioneiras desconhecidas da computação. Morreu neste último sábado (8), aos 93 anos, Evelyn Berezin, a mulher que criou e comercializou o primeiro processador de texto controlado por computador do mundo. A morte foi confirmada pelo sobrinho dela, Marc Berezin, nesta segunda-feira (10). Berezin morreu em decorrência de um linfoma (um tipo de câncer) que foi descoberto há alguns meses, mas o qual ela se negou a tratar.

A grande contribuição de Berezin para o mundo da computação foi a criação do primeiro processador de texto controlado por computador. Chamado de Data Secretary, o aparelho foi inventado em 1969 com o intuito de facilitar o trabalho de secretárias, que na época correspondiam a 6% de toda a força de trabalho nos Estados Unidos. As máquinas tinham a atenção de diminuir a repetição de tarefas dessas trabalhadoras, permitindo a edição de textos, a remoção de trechos e até mesmo copiar e colar trechos de um texto em outro diferente — todas funções básicas de qualquer programa editor de textos existente hoje, mas que foram uma revolução em uma época onde tudo deveria ser redigido em uma máquina de escrever, e qualquer erro obrigava a pessoa a jogar fora todo o trabalho já efetuado até ali e começar do zero.

Berezin não só desenvolveu a nova máquina como também foi a fundadora da Redactron Corporation, empresa responsável pela fabricação e distribuição da Data Secretary em todo o território norte americano. A primeira versão do equipamento tinha cerca de um metro de altura, e o teclado e impressora utilizados foram adaptados de uma máquina de escrever IBM Seletric. Versões posteriores do aparelho introduziram um monitor para visualizar o texto que estava sendo escrito, com maiores velocidades de processamento e novas funções para facilitar a escrita e edição de textos. Além disso, Berezin não só inventou todo o software desse editor de textos, como também criou diversos dos chips que faziam a máquina funcionar.


A Data Secretary de Berezin foi a primeira máquina que permitiu a edição de textos sem a necessidade de começar tudo do zero (Imagem: Barton Silverman/The New York Times)

Antes de vender a companhia em 1976 para a Burroughs Corporation, a Redactron vendeu mais de 10 mil máquinas da Data Secretary de maneira independente nos Estados Unidos, tendo como principais clientes escritórios de advocacia e setores administrativos de grandes empresas. Após a venda da empresa, Berezin se tornou então a presidente da divisão de máquinas Redactron, posição que ocupou na Burroughs até 1980.

De modo indireto, a criação de Brezin influenciou toda a evolução posterior dos equipamentos de informática, já que o Data Secretary foi o primeiro dispositivo computadorizado a ser vendido no mercado que operava utilizando chips feitos com materiais semicondutores, e foi o sucesso da criação dela que fez com que a IBM abandonasse o uso de fitas e relays eletrônicos para também utilizar esse tipo de chips em suas máquinas, principal motivo da empresa ter se tornado a gigante que é hoje.

Além da Data Secretary, Berezin também foi a responsável por desenvolver diversos programas de computador para uma tarefa específica, como controlar a distribuição de revistas, gerenciar as contas de grandes corporações, ou desenvolver o primeiro sistema de reservas para passagens aéreas do mundo.

Ainda que Berezin tenha sido introduzida ao Hall da Fama das mulheres em tecnologia no ano de 2011, ela é praticamente uma desconhecida do grande público, e não possui o mesmo reconhecimento por entusiastas e historiadores até quando comparada com outras mulheres que também fizeram história no desenvolvimento da informática. O sistema foi desenvolvido para a American Airlines, e entrou em operação cerca de um ano antes da IBM desenvolver o sistema Sabre para a mesma companhia em 1960 (que, segundo Berezin, é erroneamente creditado como o primeiro sistema de reserva de passagens aéreas da história).

Hoje, um exemplar de sua máquina Data Secretary pode ser visto no Museu da História do Computador em Mountain View, no estado da Califórnia. Mas ainda que sua obra seja eterna, tudo indica que o nome de Evelyn Berezin — a mulher cujas invenções permitiram o surgimento de nomes como Bill Gates e Steve Jobs — será esquecido pelo tempo. Assim como as secretárias que ela quis ajudar, Berezin garantiu as bases de toda uma revolução que aconteceria na informática durante as décadas de 1970 e 1980, mas ninguém parece interessado em lhe dar o devido crédito quanto a isso.

FONTE: The New York Times via canaltech.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Artur Berlet, O homem que foi para o Planeta Acart

O "Caso Berlet" ocorreu em 25 de maio de 1958 (faleceu em 1995), quando o gaúcho Artur Berlet, da cidade de Sarandí – RS, desapareceu por 11 dias.
Segundo Berlet teria sido abduzido e levado para um planeta chamado Acart aproximadamente 65,000,000 km da terra, demorou cerca de 38horas para chegar, onde ficou 11 dias em uma cidade com quase 90 milhões de habitantes. O curioso do fato que conseguiu comunicação com extraterrestres através do idioma Alemão.

Durante esse tempo, Berlet teve a chance de ver a Terra a partir do espaço. conhecer objetos e tecnologias que só teríamos posteriormente no decorrer do avanço dos humanos.
Após décadas, a fantástica história do gaúcho ainda surpreende a todos. Quem reconstituiu a história desse caso para a RBS foi a professora Ana Berlet, filha de Artur.

Vejam o nível da informação:

O Artur Berlet através de uma aparelho de Acart o qual olhou a terra, disse;
“a terra era AZUL.”



Ok ! parece nada demais, mas o fato é que ele disse anos ant…

Filme "Intruders" (Intrusos) 1992

Ao pesquisar problemas de duas de suas pacientes, proeminente psiquiatra de um importante hospital de Los Angeles (Interpretado pelo falecido ator Richard Crenna na vida real John Mack, psiquiatra formado em Harvard Medical School, 1955.) acaba penetrando em um universo de estranhas ocorrências relacionadas com OVNIs, que modificarão sua própria vida.

"Intruders" foi baseado no best-seller de Budd Hopkins e em casos verídicos que hoje compõem um vasto arquivo de histórias vividas por muitas pessoas que passaram por experiências com seres extraterrestres, e que neste filme colaboraram com renomados pesquisadores do assunto na reconstituição dos episódios.

Best Seller "Intruders" (Intrusos)

Algumas cenas do filme:








Filme legendado em português:




Inspiração do filme Intruders (Intrusos), mulher relata contato com ETs



A americana Debbie Jordan, que relata um contato com extraterrestres há 34 anos, comentou que ficaria chocada se houvesse uma nova aproximação, mas não enc…