Pular para o conteúdo principal

Pesquisa do Pentágono também investigou energia escura e a existência de outras dimensões


Não se sabem os motivos pelos quais o Pentágono está interessado nas pesquisas mais avançadas da ciência, como a energia escura

Fenômenos paranormais, entidades invisíveis e criaturas bizarras, além dos efeitos de observações de UFOs em testemunhas também são descritos em documento recentemente divulgado

Seja sob o título de Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (AATIP), ou o recentemente divulgado Programa de Aplicação de Sistemas de Armamentos Aeroespaciais Avançados (AAWSAP), do qual o primeiro seria somente uma pequena iniciativa não oficial, o programa de investigação ufológica do Pentágono segue como um assunto polêmico desde dezembro passado, quando foi revelado pelo jornal The New York Times. Agora, um documento recentemente obtido aponta o interesse militar em outras áreas, tais como fenômenos paranormais, entidades bizarras, e mesmo em pesquisas de ponta dos limites do conhecimento cientifico, como energia escura e a possibilidade da existência de outras dimensões. Sem surpresas, entre os envolvidos está a Bigelow Aerospace Estudos Espaciais Avançados (BAASS), braço menos conhecido da companhia do bilionário Robert Bigelow.

Uma das declarações divulgadas pela KLAS-TV, que obteve também o documento, foi: "A Investigação da BAASS obtive evidências de que o Fenômeno UFO é mais do que máquinas interagindo com aeronaves militares. O fenômeno também envolve atividades diversas incluindo criaturas bizarras, atividade poltergeist, entidades invisíveis e orbes de luz". A BAASS também estava convencida, conforme as informações, de que os UFOs podem manipular e distorcer a percepção humana, e que o corpo humano pode servir para obter informações sobre o Fenômeno UFO. Especula-se que foram desenvolvidas pesquisas psicológicas e médicas em testemunhas de ocorrências ufológicas recrutadas pelo projeto de investigação. Já o documento, disponível nos links abaixo, é intitulado "Motor de Dobra, Energia Escura e a Manipulação de Dimensões Extras", o que poderia indicar o interesse oficial pelos ramos mais avançados da pesquisa científica, dando margens a especulações de que os militares estariam interessados em aplicações práticas dessas pesquisas.

Em um trecho do documento se pode ler: "A ideia de que uma tecnologia suficientemente avançada pode interagir e controlar dimensões mais elevadas é uma possibilidade interessante, e digna de investigação mais profunda. Controle do espaço dimensional mais elevado pode ser a chave para o controle tecnológico da energia escura e pode ter um papel importante no desenvolvimento de sistemas de propulsão exóticos, como um motor de dobra". O documento não dá pistas se tais pesquisas já foram encomendadas ao complexo industrial militar, e nem o motivo de tanto interesse em métodos mais sofisticados de propulsão espacial. Mas é evidente o interesse militar nas pesquisas mais avançadas feitas pela comunidade científica, como se pode ler em: "Tais realizações só deverão ser possíveis muitos anos no futuro, mas devemos considerar os espetaculares fenômenos físicos já conhecidos neste ponto do século XXI. Também se deve entender que o Universo não deve consistir somente de três dimensões, mas é provável que existam mais sete adicionais, e que os blocos fundamentais do Universo sejam, na verdade, entidades como cordas estendidas". Uma menção evidente à Teoria das Cordas, a melhor possibilidade conhecida de união entre as duas grandes vertentes da Física, a Relatividade e a Física Quântica. O documento não menciona qualquer tentativa de aplicações práticas para essas teorias.

https://info.publicintelligence.net/DIA-WarpDrives.pdf

FONTE: REVISTA UFO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Sintomas bizarros de “ataque sônico” estariam se espalhando por diplomatas americanos pelo mundo

Por: Rhett Jones

Por mais de um ano e meio, diplomatas norte-americanos sofreram de doenças parecidas, que incluíam danos cerebrais leves e perda de audição, depois de terem alegado ouvir sons incomuns. Os incidentes começaram em Cuba, mas os relatos agora se espalharam para outros países. À medida que as autoridades ampliaram os esforços para tratar os casos potenciais, quase 200 pessoas teriam se apresentado para serem examinadas.

O Departamento de Estado dos Estados Unidos teve pouco a dizer sobre os incidentes que começaram em Havana, no fim de 2016, e o vácuo de informações abriu as portas para teorias da conspiração e outras alegações não checadas. Por ora, ninguém pode dizer com certeza o que está acontecendo nesses casos, mas parece que diplomatas norte-americanos estão sendo alvos de algum tipo de ataque que tem deixado os especialistas perplexos. No começo, os oficiais acreditavam que algum “dispositivo sônico” desconhecido estivesse sendo usado contra as vítimas, mas outra…

Fazendeiro grego encontra túmulo de 3.400 anos debaixo de suas oliveiras

Por: George Dvorsky

Um túmulo de 3.400 anos contendo dois caixões e dúzias de artefatos que remontam ao fim da era Minoica estava escondido debaixo do olival de um fazendeiro grego, no sudeste da ilha de Creta, na Grécia.

Como noticiado pelo Cretapost, o homem, que não teve seu nome revelado, estava tentando estacionar seu veículo debaixo da sombra de uma oliveira quando o solo debaixo dele começou a afundar. Depois de se afastar, o fazendeiro notou que um buraco medindo cerca de 1,2 metro de largura apareceu de repente. Quando ele olhou para o vazio abaixo, rapidamente percebeu que havia se deparado com algo importante.


O buraco. Imagem: Eforato de Antiguidades de Lasithi

O fazendeiro contatou o Eforato de Antiguidades de Lassithi — ministério de patrimônio local —, que enviou arqueólogos para investigar. Descobriram então que o fazendeiro havia se deparado com um túmulo da era Minoica contendo um par de caixões, cada um deles com um só esqueleto. Duas dúzias de vasos com ornamentos…