Pular para o conteúdo principal

Novas informações sugerem que UFO Tic-Tac teve encontro com gigantesco OSNI submerso


O Grupo de Batalha do porta-aviões Nimitz foi o protagonista da ocorrência de 2004

Continuam a surgir mais detalhes a respeito do controverso encontro da Marinha norte-americana com um UFO em 2004

O caso do UFO Tic-Tac continua a repercutir na imprensa mundial. A partir de sua revelação pelo jornal The New York Times em dezembro de 2017 provavelmente todo interessado no Fenômeno UFO já deve saber que o incidente aconteceu no final de 2004, próximo à costa da Califórnia, envolvendo o grupo de batalha da Marinha norte-americana (US Navy) liderado pelo porta-aviões Nimitz. Na mais nova atualização, disponível nos links abaixo, informamos que esse UFO, com aproximadamente 13,7 m ou 45 pés de comprimento foi descrito no documento liberado recentemente como não possuindo meios visíveis de sustentação, e tendo descido rapidamente de 18.300 m de altitude para somente 15m em questão de segundos.

O relatório, obtido pelo I-Team do Las Vegas Now, ainda informa que o Tic-Tac era detectado de forma muito errática pelos sensores das embarcações, entre as quais o cruzador portador de mísseis USS Princeton, da classe Ticonderoga, cujos instrumentos são considerados os mais avançados do mundo. O relatório aponta que o objeto parecia possuir algum tipo de dispositivo de camuflagem, pois não somente era quase indetectável pelos sensores, mas também por vezes os pilotos dos caças F-18 enviados para interceptá-lo igualmente não conseguiam localizá-lo visualmente. A mais nova informação divulgada dá conta de que um dos pilotos observou, na superfície do oceano, uma perturbação de tamanho entre 50 e 100 metros, aproximadamente redonda, descrita como semelhante a que é vista quando um grande objeto submerge rapidamente.

O piloto do F-18 se afastou no instante seguinte, mas conseguiu observar como a água ficou coberta de espuma, que em seguida desapareceu e a superfície voltou a ficar tranquila. O documento aponta que essa observação pode ter sido provocada por outro Veículo Aéreo Anômalo (AAV) que não foi percebido por possuir algum tipo da já mencionada camuflagem, ficando invisível ao olho humano. Outro piloto confirmou a observação da grande área coberta com espuma ou bolhas, afirmando que era semelhante à água fervente. Havia um submarino nas redondezas que não detectou nada de anormal sob a superfície, e o relatório afirma que se houvesse ali um objeto submerso este "representaria uma capacidade muito avançada, dada a capacidade dos sofisticados sensores instalados em nossas embarcações". O relatório ainda aponta que alguns dos pilotos foram ridicularizados ao relatar suas observações do incidente, e o documento afirma que nenhum dos objetos observados pertence aos Estados Unidos ou a qualquer nação, mas repete que deveria conter sistemas muito avançados capazes de tornar os intrusos invisíveis ao radar e ao olho humano.

FONTE: REVISTA UFO

Comentários

  1. É senhores, coisas que eles chamam de estranhas eu conheço com "coisas que não querem nós saibamos". Quase toda nação sabe e tem provas da existência de Extras-Terrestres, mas não querem divulgar-nos para não se ridicularizarem com seus sistemas de armamentos que perto da tecnologia ET são meros brinquedos. Mas a verdade está próxima de ser revelada.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Fazendeiro grego encontra túmulo de 3.400 anos debaixo de suas oliveiras

Por: George Dvorsky

Um túmulo de 3.400 anos contendo dois caixões e dúzias de artefatos que remontam ao fim da era Minoica estava escondido debaixo do olival de um fazendeiro grego, no sudeste da ilha de Creta, na Grécia.

Como noticiado pelo Cretapost, o homem, que não teve seu nome revelado, estava tentando estacionar seu veículo debaixo da sombra de uma oliveira quando o solo debaixo dele começou a afundar. Depois de se afastar, o fazendeiro notou que um buraco medindo cerca de 1,2 metro de largura apareceu de repente. Quando ele olhou para o vazio abaixo, rapidamente percebeu que havia se deparado com algo importante.


O buraco. Imagem: Eforato de Antiguidades de Lasithi

O fazendeiro contatou o Eforato de Antiguidades de Lassithi — ministério de patrimônio local —, que enviou arqueólogos para investigar. Descobriram então que o fazendeiro havia se deparado com um túmulo da era Minoica contendo um par de caixões, cada um deles com um só esqueleto. Duas dúzias de vasos com ornamentos…