Pular para o conteúdo principal

Espelho magnético vai detectar ondas gravitacionais no espaço


Protótipo do espelho magnético, já montado em uma base giratória. [Imagem: G. Pisano et al. - 10.1364/AO.55.010255]

Ondulações no espaço-tempo

A detecção das ondas gravitacionais, escolhida pela revista Science como o principal feito científico de 2016, promete ficar ainda melhor e mais precisa.

Um novo dispositivo magnético, baseado em espelhos, vai ajudar os cosmólogos a descobrir novos detalhes sobre essas ondulações no espaço-tempo, particularmente aquelas emitidas quando o Universo era muito jovem.

O desenvolvimento é parte de uma colaboração multi-institucional financiada pela Agência Espacial Europeia (ESA) para desenvolver tecnologias para futuras missões, como a sonda espacial COE (sigla em inglês para Explorador das Origens Cósmicas).

Essa missão espacial terá por objetivo traçar mapas de céu inteiro, em alta resolução, da radiação cósmica de fundo em micro-ondas - uma radiação que permeia todo o céu e que os cientistas acreditam serem os ecos do Big Bang.

Polarização de modo B

A radiação cósmica de fundo tem sido objeto de intensa investigação desde a sua descoberta, há cerca de 50 anos. Mais recentemente, os astrofísicos passaram a prestar mais atenção nos componentes polarizados desse fundo de micro-ondas, em particular um componente chamado modo B, que se acredita conter a chave para informações sobre as ondas gravitacionais primordiais e os processos físicos que ocorreram bem no início da história do Universo.

Essa polarização de modo B chegou a fundamentar uma alegação de detecção das ondas gravitacionais em 2014, mas a alegação foi desfeita depois que se descobriu que os equipamentos do experimento BICEP2 não tinham a precisão suficiente - finalmente, em 2016, as ondas gravitacionais foram detectadas pelo experimento LIGO.

Agora, os engenheiros construíram um novo tipo de modulador de polarização, baseado em um espelho magnético, que promete superar o grande desafio para detectar de fato a polarização em modo B - a capacidade de modular a polarização de micro-ondas em uma ampla faixa de frequência. A operação de banda larga é necessária para separar o espectro da polarização em modo B, que é extremamente fraca, da radiação de primeiro plano gerada por outras fontes astrofísicas.

"Como outras equipes, temos trabalhado há mais de duas décadas no desenvolvimento de tecnologias que permitam a detecção da polarização em modo B," contou Giampaolo Pisano, da Universidade de Cardiff, no Reino Unido, primeiro idealizador do novo aparelho. "Este provou ser um problema desafiador porque somente uma parte minúscula do sinal total exibe esta polarização."

Metaespelho

Um componente chave para a detecção da radiação em modo B é conhecido como placa de meia-onda, um dispositivo usado para modular a polarização da radiação eletromagnética. Girar a placa de meia-onda faz com que a polarização da radiação também gire, criando um padrão oscilante que pode ser distinguido do sinal constante da radiação não-polarizada.

Implementações anteriores dessas placas de meia-onda resultaram em dispositivos de banda estreita devido às propriedades ópticas dos materiais disponíveis ou ao projeto utilizado.


O detector é um metaespelho, um espelho feito de metamateriais. [Imagem: G. Pisano et al. - 10.1364/AO.55.010255]

Pisano e seus colegas resolveram o problema usando uma abordagem completamente nova que usa metamateriais - materiais artificiais projetados com características não encontradas em materiais naturais - para criar um espelho magnético que foi combinado com uma grade polarizante.

"Os metamateriais nos permitiram inventar um material com as características que precisávamos," disse Pisano. "Como a abordagem que usamos é nova, ela nos permitiu superar os limites de faixa de frequência que outros pesquisadores enfrentaram."

"Agora que demonstramos o conceito, precisamos realizar testes de qualificação espacial para demonstrar sua robustez para um lançamento por satélite. Nós também precisamos implantá-lo em instrumentos de detecção de modo B baseados em terra para demonstrar sua usabilidade no campo," concluiu o pesquisador.

FONTE: SITE INOVAÇÃO TECNOLOGICA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…