Pular para o conteúdo principal

UFOs observados e perseguidos em Okinawa nos anos 60


Depoimento de ex-oficial comprova o interesse alienígena em instalações militares por todo o mundo

Mais um caso envolvendo perseguição de aeronaves militares a UFOs é revelado

Um ex-militar concedeu um depoimento para o site UFO Chronicles, mais uma vez confirmando o inegável interesse dos UFOs por nossas instalações militares. O ano era 1967 e a testemunha trabalhava na região sul de Okinawa, Japão, em uma base militar norte-americana, onde era um dos responsáveis pela usina de energia local. Em certa noite ele e um colega estavam no clube dos oficiais e ao saírem foram surpreendidos por uma jovem que trabalhava no local, que apontou para o céu e voltou apressada para dentro.

Os dois homens observaram uma grande luz de cor laranja e o colega da testemunha correu para seu alojamento para buscar sua câmera. A testemunha seguiu também para os alojamentos enquanto acompanhava visualmente o UFO, mas ao se voltar para o coleta este havia sumido. O ex-militar conta que conversou com os operadores de radar da base pouco depois, que não quiseram comentar nada sobre o caso. Contudo, a testemunha afirma que depois algumas poucas informações sobre o incidente surgiram. O militar conta que as pessoas da ilha comentaram que várias luzes não identificadas foram observadas naquela noite.

Além disso, a rádio local KSBK recebeu vários informes sobre o avistamento e depois a testemunha soube que os operadores haviam captado um forte sinal em suas telas por mais de 30 minutos. O alerta levou ao acionamento de caças F-5 a partir da base aérea de Naha, porém o UFO se afastou velozmente, sendo visto até sobre Taiwan na mesma noite. O tamanho estimado do objeto foi calculado como 60 metros e a testemunha lembra que a antena de radar da base havia sido modificada pela empresa Raytheon, tornando o equipamento o mais potente de Okinawa, sendo muita ativa durante a Guerra do Vietnã.

RUMORES DE VÁRIOS AVISTAMENTOS NA REGIÃO

O ex-militar afirma que o major que comandava a instalação havia dito que o livro de UFOs da base estava cheio de registros de casos semelhantes. A testemunha foi realocada na base Offut, no estado norte-americano do Nebraska, e ouviu rumores sobre o desligamento de mísseis nucleares na base Holliman. Na época o ex-militar trabalhava em geradores portáteis para garantir o fornecimento de energia em caso de emergências e era frequente visitar o local onde estava erguida uma enorme antena de rádio, construída para garantir as comunicações no caso de acontecer a Terceira Guerra Mundial. O militar conta que as pessoas que ali serviam haviam observado muitas luzes estranhas à noite, nas proximidades de Silver Creek.


F5 semelhante ao envolvido no caso

FONTE: REVISTA UFO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

A mulher que descobriu a metamorfose e se embrenhou de espartilho na Amazônia no século 17

Merian desenvolveu uma forma diferente de enxergar a natureza. Ela é considerada a primeira ecologista do mundo | Imagem: Gravura de Jacobus Houbraken em retrato de Georg Gsell

No século 17, a alemã Maria Merian se propôs a investigar o mundo dos insetos. Acabou desenvolvendo uma forma diferente de pensar e enxergar a natureza e, aos 52 anos, partiu para uma perigosa aventura na América do Sul, para detalhar os ciclos de vida de borboletas, mariposas e outros insetos.

Os feitos de Merian, numa época em que pouca gente desbravava o continente americano abaixo da linha do Equador - em especial as mulheres -, deram a ela a fama de primeira ecologista do mundo.

Ela nasceu na Alemanha em 1647, numa família de editores, escultores e comerciantes, e logo cedo aprendeu a arte da ilustração.

O interesse pelos insetos surgiu no próprio jardim da casa de Merian, ainda na infância.

Aos 13 anos, ela decidiu pintar o ciclo de vida de um bicho da seda numa época em que o comércio da seda era muito …