Pular para o conteúdo principal

Hubble descobre novas evidências de gêiseres de água na Europa, uma das luas de Júpiter



A Europa, uma das luas de Júpiter, é um dos poucos locais em que poderemos descobrir vida alienígena em nosso sistema solar. E hoje, as perspectivas de acharmos micróbios extraterrestres nesta pequena lua de gelo melhoraram bastante, após a NASA ter revelado novas evidências de gêiseres de água no polo sul da Europa. A descoberta reforça a tese de que há um oceano abaixo da superfície da lua que é geotermicamente aquecido.

“Hoje, nós apresentamos novas evidências captadas pelo Hubble de que plumas de vapor de água foram expelidas da superfície de gelo da Europa”, disse William Sparks, um astrônomo do Instituto de Ciência do Telescópio Espacial em Baltimore, durante um evento para imprensa realizado pela NASA. “Observações indicam um oceano líquido e com sal tragado pela lua. Se há plumas emergindo, isto é significante, pois quer dizer que nós podemos explorar o oceano… sem a necessidade de perfurar quilômetros de gelo.”

A descoberta, que vai ser publicada nesta semana no Astrophysical Journal, após uma campanha observacional de 15 meses do telescópio espacial Hubble, que observou o movimento da Europa na frente de Júpiter em ultravioleta em dez ocasiões. Durante três desses eventos, o Hubble observou recursos espectrais que podiam ser plumas emanando do polo sul da Europa.


Três imagens tiradas pelo Hubble mostram evidências de atividade de plumas de água na Europa. Imagem: NASA, ESA, W.Sparks (STScl)

O anúncio de hoje marca a segunda vez que astrônomos descobriram sinais de atividades de gêiseres na Europa. A primeira evidência foi divulgada no fim de 2012, quando uma imagem em ultravioleta do Hubble revelou elevados níveis de hidrogênio e oxigênio no polo sul da lua. Aquele dado foi usado para indicar duas enormes plumas de água, sendo jogada da superfície em direção ao céu a uma altura de 200 km.

Porém, os dados nunca tinham sido reproduzidos novamente — nem pelo Hubble nem por dados capturados por espaçonaves que passaram próximo de Júpiter — até agora. Isto levou a especulações de que a atividade geológica na Europa é intermitente, e que talvez só ocorra em partes específicas de sua órbita em torno de Júpiter, quando o gigante de gás exerce uma pressão poderosa na maré da lua.



As últimas pistas obtidas pelo Hubble — a absorção ultravioleta pode indicar a presença de água — parecem apoiar esta tese. Se essas características são reais, elas devem ser intermitentes, pois nós não a vimos nas outras sete ocasiões”, disse Sparks.

A Europa não é a única lua eruptiva que pode abrigar calor e águas favoráveis à existência de vida em seu interior congelado.

Um pouco mais longe nas ruas cósmicas fica Encedalus, cujas plumas do polo sul lançam água do mar a toda hora, oferendo amostras para qualquer espaçonave que passar pela região. A descoberta da missão Cassini da atividade em Enceladus (a sexta maior lua de Saturno) levou alguns astrônomos a proporem uma missão astrobiológica á lua, que poderia coletar amostras de água do mar para buscar sinais de vida.


Conceito artístico da “superfície caótica” da Europa, com água líquida de um oceano no subsolo penetrando por meio de rachaduras de gelo sobrepostas. Imagem: Schmidt et al. 2011

Uma missão para busca de vida na Enceladus ainda não recebeu uma confirmação da NASA — mas uma missão para a Europa deve ocorrer em 2020. Não só os últimos sinais de atividade nos deixam animados para esta missão, como também podem nos ajudar a prepará-la de forma mais apropriada para melhores resultados.

“Acho que um dos maiores mistérios [sobre as plumas] é entender o momento que elas acontecem”, disse um porta-voz da missão Europa. “Quanto mais observações fizermos com o Hubble e o telescópio espacial James Webb, melhor podemos desenvolver um programa de busca por estas plumas.”

“Nós sabemos que a Europa é um lugar especial”, disse Amanda Hendrix, uma especialista em luas geladas e satélites do Instituto de Ciência Planetária, ao Gizmodo. “A próxima missão Europa vai ser incrível em quanto ela revelará sobre a Europa como um mundo e seu potencial para habitabilidade.”

Imagem do topo: Comparação de observações feitas em 2014 (esq.) com observações de 2012 (dir.) mostram evidência de possível atividade de gêiseres próximo ao polo sul da Europa. Imagem: NASA, ESA, W.Sparks (imagem da esquerda) e L. Roth (imagem da direita)

FONTE: GIZMODO BRASIL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…