Pular para o conteúdo principal

Revelações ovnis na antiga Iuguslávia


Marechal Josif Broz Tito

Quantas informações sobre OVNIs estão se degenerando nos arquivos esquecidos da antiga Iugoslávia de Tito?

Um mergulho sem ondulações

Imagine o quão emancipador deve ser garimpar pelos segredos de estado de uma nação que não mais existe. Nenhuma reação, repercussão zero, nenhum juramento de segurança para atrapalhar e para temer. Isso é exatamente o ambiente de trabalho pelo qual Giulinano Marinkovich tem navegado por quase duas décadas, não somente pelo capitólio da Croácia, sua terra natal, mas também por seis outros estados independentes que faziam parte da Iugoslávia. E parece que ele possui algumas grandes pistas, uma das quais envolve o ex Presidente iugoslavo, Josip tito, um OVNI sobre Belgrado, jatos MIG acidentados e pilotos mortos.
Essa abertura parece quase perfeita demais, e muitos dos olhos estarão sobre Marinkovich quando ele publicar sua pesquisa sobre o ocidente. Por agora, ele a está divulgando pelos Balkans. No mês passado, Marinkovic levou o ‘Incidente de Pan Adria’ para a estação de rádio Croatian State Radio 2, com o testemunho de um piloto civil aposentado, um engenheiro de voo e um ex chefe de controle de tráfego aéreo. Ele também terá um programa de TV subsequente, “Força Aérea da Iugoslávia vs. OVNIs“, agendado para setembro.
Sua motivação: Durante a guerra da Croácia pela independência entre 1991 e 1995, Marinkovic foi um comandante da divisão de inteligência de sinais do exército croata. Suas tarefas incluíam o monitoramento das comunicações entre a Força de Proteção das Nações Unidas (sigla em inglês: UNPROFOR), os pacificadores internacionais que reforçavam a zona desmilitarizada entre as duas partes. Sua unidade rastreava os relatórios da UNPROFOR sobre atividade de OVNIs na zona de separação de espaço aéreo. “Simplesmente coletamos os relatórios e os enviamos para o quartel general em nossos relatórios diários“, declara Marinkovic em um e-mail. “Ninguém fazia nenhum acompanhamento“.
Ninguém, talvez, exceto Marinkovic, cuja curiosidade começou a levá-lo por estradas que ele não tinha ideia que existiam. Uma delas levou a um incidente de 16 de agosto de 1977, envolvendo uma aeronave da Pan Adria. Naquela noite, a tripulação de um Fokker-227 relatou estar sendo acompanhada por “uma intensa luz vermelha” logo antes de sua aproximação a Belgrado. Detectado por radar, o OVNI pairou acima do aeroporto e ficou lá por tanto tempo, que o chefe controlador foi acordado e chamado ao local. O Presidente Tito estava agendado para deixar o aeroporto para Moscou mais à tarde.
O piloto do Fokker decidiu continuar para Titogrado, e logo que a aeronave alçou voo, o OVNI a seguiu. Um controlador de tráfego aéreo instruiu outra aeronave Fokker a se aproximar do OVNI. O objeto então prontamente acelerou em direção à segunda aeronave, que teve que virar para evitar uma colisão. O objeto parou, e então regressou a Belgrado. Neste momento, de acordo com Marinkovic, uma base militar próxima interveio e enviou jatos Mig com ordens para atirar.
“Por agora“, escreve Marinkovic, “temos confirmação de múltiplas testemunhas que os jatos caíram e os pilotos morreram“.
Sem dúvida, ele diz, muitas testemunhas “ainda estão relutantes em falar sobre o assunto na arena pública“, porque os OVNIs “ainda podem ser uma pílula de veneno para credibilidade“. Por outro lado, “é muito mais fácil para as pessoas compartilharem seus conhecimentos após tantos anos. Isso significa que não poderia haver consequências por suas declarações hoje… pois o país para o qual eles serviam não mais existe“.
Marinkovic é persistente. Os velhos guardiões dos portões fazem parte da história. Pode ser uma mina de ouro.


Fokker 227 semelhante ao envolvido no caso

FONTE: http://devoid.blogs.heraldtribune.com/



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Fazendeiro grego encontra túmulo de 3.400 anos debaixo de suas oliveiras

Por: George Dvorsky

Um túmulo de 3.400 anos contendo dois caixões e dúzias de artefatos que remontam ao fim da era Minoica estava escondido debaixo do olival de um fazendeiro grego, no sudeste da ilha de Creta, na Grécia.

Como noticiado pelo Cretapost, o homem, que não teve seu nome revelado, estava tentando estacionar seu veículo debaixo da sombra de uma oliveira quando o solo debaixo dele começou a afundar. Depois de se afastar, o fazendeiro notou que um buraco medindo cerca de 1,2 metro de largura apareceu de repente. Quando ele olhou para o vazio abaixo, rapidamente percebeu que havia se deparado com algo importante.


O buraco. Imagem: Eforato de Antiguidades de Lasithi

O fazendeiro contatou o Eforato de Antiguidades de Lassithi — ministério de patrimônio local —, que enviou arqueólogos para investigar. Descobriram então que o fazendeiro havia se deparado com um túmulo da era Minoica contendo um par de caixões, cada um deles com um só esqueleto. Duas dúzias de vasos com ornamentos…