Pular para o conteúdo principal

O acidente espacial que espalhou milhares de animais microscópicos da Terra na Lua


Os tardígrados podem sobreviver a temperaturas extremas

A Lua pode ser o novo lar de milhares de indivíduos considerados como alguns dos mais indestrutíveis do planeta Terra.

Os tardígrados - frequentemente chamados de ursos da água - são criaturas com menos de um milímetro de comprimento que podem sobreviver a temperaturas de 150ºC e congeladas até quase zero absoluto.

Eles estavam viajando em uma espaçonave israelense que se acidentou ao pousar na Lua em abril. E o cofundador da organização que os colocou lá acredita que eles ainda estejam vivos.

Os ursos da água foram desidratados, colocados em animação suspensa e depois envoltos em âmbar artificial.

"Acreditamos que as chances de sobrevivência para os tardígrados são extremamente altas", disse Nova Spivack, chefe da Arch Mission Foundation.

A Arch Mission Foundation mantém uma espécie de "backup" do planeta Terra - com o conhecimento humano e a biologia do planeta armazenados e enviados para vários locais do espaço no caso de a vida ser extinta por aqui.

A "biblioteca lunar" - algo parecido com um DVD que contém um arquivo de 30 milhões de páginas da história dos seres humanos visível sob microscópios, assim como o DNA humano - foi levada à Lua pelo robô Beresheet.

E, ao lado de tudo isso, estavam os tardígrados desidratados - havia alguns em âmbar e outros presos em uma fita.

Chances de sobrevivência

Para a maioria das criaturas, não haveria volta para o estado de desidratação - a vida sem água é quase impossível.


Os tardígrados podem ser 'revividos' mesmo depois de desidratados

Os tardígrados podem passar até décadas desidratados e depois serem trazidos de volta à vida. Os cientistas descobriram que eles têm o que se assemelha quase a um super poder.

Quando secos, eles retraem a cabeça e as oito patas, se encolhem em uma minúscula bola e entram em um estado profundo de animação suspensa parecido com a morte.

Eles perdem quase toda a água do corpo e seu metabolismo diminui para 0,01% da taxa normal.

E, caso sejam reintroduzidos na água décadas mais tarde, podem se reanimar.

Os tardígrados foram os primeiros animais a sobreviver sem proteção no espaço, em 2007, e esse feito fez deles candidatos perfeitos para a biblioteca lunar do Arch Mission.


O acidente na nave espacial israelense pode ter tido consequências não intencionais, liberando os tardígrados na Lua

"Os tardígrados são ideais porque são microscópicos, multicelulares e uma das formas mais duráveis ​​de vida no planeta Terra", disse Nova.

Mesmo que esse seres tenham sobrevivido ao impacto na Lua, esse fato pode não ser tão bom assim, segundo alguns especialistas.

"O que isso significa é que o chamado 'ambiente intocado' da Lua foi quebrado", disse Monica Grady, professora da Open University.

Quando as espaçonaves saem da Terra, elas são obrigadas pelo Tratado do Espaço Exterior a não contaminar seu ambiente.

"Você pode dizer que foi quebrado em 1969 quando Neil Armstrong e Buzz Aldrin estavam lá, o que é verdade, mas desde então nos tornamos muito mais conscientes de como devemos preservar esses corpos planetários", disse.

"Não acho que alguém tenha permissão para distribuir tardígrados desidratados sobre a superfície da Lua. Então, isso não é uma coisa boa."

Se os tardígrados estão na Lua, é muito improvável que eles possam voltar à vida sem serem reintroduzidos na água.

Mas seria teoricamente possível que os tardígrados fossem coletados, trazidos de volta à Terra, reanimados e estudados.

Ainda assim, é bom pensar que da próxima vez que você olhar para a Lua, pode haver milhares de ursos de água (desidratados) ali.



FONTE: BBC BRASIL - SpaceToday

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Artur Berlet, O homem que foi para o Planeta Acart

O "Caso Berlet" ocorreu em 25 de maio de 1958 (faleceu em 1995), quando o gaúcho Artur Berlet, da cidade de Sarandí – RS, desapareceu por 11 dias.
Segundo Berlet teria sido abduzido e levado para um planeta chamado Acart aproximadamente 65,000,000 km da terra, demorou cerca de 38horas para chegar, onde ficou 11 dias em uma cidade com quase 90 milhões de habitantes. O curioso do fato que conseguiu comunicação com extraterrestres através do idioma Alemão.

Durante esse tempo, Berlet teve a chance de ver a Terra a partir do espaço. conhecer objetos e tecnologias que só teríamos posteriormente no decorrer do avanço dos humanos.
Após décadas, a fantástica história do gaúcho ainda surpreende a todos. Quem reconstituiu a história desse caso para a RBS foi a professora Ana Berlet, filha de Artur.

Vejam o nível da informação:

O Artur Berlet através de uma aparelho de Acart o qual olhou a terra, disse;
“a terra era AZUL.”



Ok ! parece nada demais, mas o fato é que ele disse anos ant…

Filme "Intruders" (Intrusos) 1992

Ao pesquisar problemas de duas de suas pacientes, proeminente psiquiatra de um importante hospital de Los Angeles (Interpretado pelo falecido ator Richard Crenna na vida real John Mack, psiquiatra formado em Harvard Medical School, 1955.) acaba penetrando em um universo de estranhas ocorrências relacionadas com OVNIs, que modificarão sua própria vida.

"Intruders" foi baseado no best-seller de Budd Hopkins e em casos verídicos que hoje compõem um vasto arquivo de histórias vividas por muitas pessoas que passaram por experiências com seres extraterrestres, e que neste filme colaboraram com renomados pesquisadores do assunto na reconstituição dos episódios.

Best Seller "Intruders" (Intrusos)

Algumas cenas do filme:








Filme legendado em português:




Inspiração do filme Intruders (Intrusos), mulher relata contato com ETs



A americana Debbie Jordan, que relata um contato com extraterrestres há 34 anos, comentou que ficaria chocada se houvesse uma nova aproximação, mas não enc…