Pular para o conteúdo principal

Conheça Valkyrie, o robô humanoide que ajudará o ser humano a colonizar Marte



Robôs enviados até o momento para exploração espacial, como o Curiosity, o Opportunity e o Spirit, possuem uma estrutura de rodas para se locomover, e se assemelham a carros com uma série de câmeras e sensores. Mas a NASA está prestes a iniciar uma nova era de máquinas para a exploração de Marte com a Valkyrie (ou simplesmente R5), um robô humanoide extremamente articulado, desenvolvido para andar em solos irregulares, que poderá ser usado para ajudar a agência espacial norte-americana na ambição de colonizar o Planeta Vermelho.

Apresentado pela NASA no final de 2013, o robô humanoide semi-autônomo foi construído pelo Johnson Space Center (JSC) para participar do DARPA Robotics Challenge (DRC). Seu objetivo é ser um "herói" salvador em resgates perigosos, operando em ambientes inóspitos como locais de desastres naturais ou acidentes. Com mais de 1,80cm de altura e 136 kg, ele é capaz de replicar a capacidade dos seres humanos de andar com bastante equilíbrio e movimentar braços, mãos e dedos com muita precisão.

Mas agora a Valkyrie (que é do gênero feminino) tem um novo destino, de acordo com a BBC: ajudar os seres humanos a colonizar Marte. Ela pode usar diversas ferramentas e mapear seu próprio caminho com segurança, além de explorar os terrenos marcianos rochosos graças à sua potência hidráulica.

Confira a Valkyrie em ação no vídeo abaixo, divulgado pela NASA:



Dentro da placa transparente de infravermelho que faz o papel de “visor”, protegendo o sensor na cabeça do robô, está um sensor LIDAR que o ajuda a identificar objetos e obstáculos nos arredores. Além disso, Valkyrie tem cérebro duplo — dois computadores alimentados por processadores Intel iCore i7 controlam os diversos sensores espalhados pelo seu corpo. Também conta com uma bateria interna, capaz de manter tudo funcionando por cerca de uma hora.

Quanto às câmeras, há uma Multisense SL em sua cabeça, com laser e visão 3D, além de algumas câmeras extras que apontam para frente e para trás de seu torso. Em cada uma de suas mãos há 38 sensores para ajudar na precisão dos movimentos. Através desse complexo sistema, os operadores poderão ver tudo o que a Valkyrie está fazendo, já que ela é capaz de realizar todas as tarefas necessárias por conta própria enquanto os humanos apenas supervisionam. Caso exista algum perigo que o robô não tenha identificado, será possível fazê-lo parar a tempo.

A Valkyrie será bastante útil para replicar a capacidade dos humanos de andar em solo marciano e testar melhor as condições do ambiente, além de construir estruturas em Marte ou na Lua onde pessoas possam viver no futuro.

FONTE: BBC via canaltech.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Artur Berlet, O homem que foi para o Planeta Acart

O "Caso Berlet" ocorreu em 25 de maio de 1958 (faleceu em 1995), quando o gaúcho Artur Berlet, da cidade de Sarandí – RS, desapareceu por 11 dias.
Segundo Berlet teria sido abduzido e levado para um planeta chamado Acart aproximadamente 65,000,000 km da terra, demorou cerca de 38horas para chegar, onde ficou 11 dias em uma cidade com quase 90 milhões de habitantes. O curioso do fato que conseguiu comunicação com extraterrestres através do idioma Alemão.

Durante esse tempo, Berlet teve a chance de ver a Terra a partir do espaço. conhecer objetos e tecnologias que só teríamos posteriormente no decorrer do avanço dos humanos.
Após décadas, a fantástica história do gaúcho ainda surpreende a todos. Quem reconstituiu a história desse caso para a RBS foi a professora Ana Berlet, filha de Artur.

Vejam o nível da informação:

O Artur Berlet através de uma aparelho de Acart o qual olhou a terra, disse;
“a terra era AZUL.”



Ok ! parece nada demais, mas o fato é que ele disse anos ant…

Filme "Intruders" (Intrusos) 1992

Ao pesquisar problemas de duas de suas pacientes, proeminente psiquiatra de um importante hospital de Los Angeles (Interpretado pelo falecido ator Richard Crenna na vida real John Mack, psiquiatra formado em Harvard Medical School, 1955.) acaba penetrando em um universo de estranhas ocorrências relacionadas com OVNIs, que modificarão sua própria vida.

"Intruders" foi baseado no best-seller de Budd Hopkins e em casos verídicos que hoje compõem um vasto arquivo de histórias vividas por muitas pessoas que passaram por experiências com seres extraterrestres, e que neste filme colaboraram com renomados pesquisadores do assunto na reconstituição dos episódios.

Best Seller "Intruders" (Intrusos)

Algumas cenas do filme:








Filme legendado em português:




Inspiração do filme Intruders (Intrusos), mulher relata contato com ETs



A americana Debbie Jordan, que relata um contato com extraterrestres há 34 anos, comentou que ficaria chocada se houvesse uma nova aproximação, mas não enc…