Pular para o conteúdo principal

Documentos e gravações confidenciais da Aeronáutica Brasileira mostram relatos de pilotos de avião sobre o avistamento de OVNIs - objetos voadores não identificados.



Reportagem que foi ao ar na terça-feira á noite tratou de documentos disponíveis no Arquivo Nacional que descrevem vários importantes casos da Ufologia Brasileira

O Jornal da Band apresentou na noite da última terça-feira, 11 de julho, uma matéria tratando dos arquivos ufológicos liberados pelo governo brasileiro e disponibilizados no Arquivo Nacional. O início da reportagem fez alusão a relatos de pilotos de aeronaves e filmagens de UFOs, e afirmando que o fim do sigilo permitiu o acesso desses documentos pelo público. Aqui vemos um problema, pois não foi "agora" que o acesso foi permitido, mas sim há vários anos, mais especificamente desde 2008.

A reportagem aponta que os registros de UFOs por parte do governo e Forças Armadas brasileiros começam a partir de 1952, e que a cada ano um novo lote de documentos chega ao Arquivo Nacional. Conforme a matéria são cerca de 800 documentos e 16 gravações, estas reproduzindo diálogos entre pilotos de aeronaves comerciais e oficiais das torres de controle. Um dos diálogos apresentados mostra um controlador não identificado, falando em local também não divulgado, afirmando ter recebido a informação de que a torre do aeroporto de Campinas observava um UFO. O controlador questiona um piloto, dizendo que não detectaram nada no radar, e o piloto responde que a luz do UFO varia, diminuindo e aumentando muito.

O controlador afirma que muitos relatos de observações estavam sendo recebidos, e depois complementa: "No entanto para sua segurança e tranquilidade não temos tido notícias que esses objetos, ou seja lá o que for, tenha interferido com a navegação". O pesquisador do Arquivo Nacional Thiago Mourelle é apresentado a seguir, afirmando que os relatos são similares, descrevendo luzes muito fortes que se movimentam de forma errática e que nenhuma aeronave comum faria. A reportagem em seguida fala de outra gravação, obtida em 19 de maio de 1986, durante o histórico evento conhecido como A Noite Oficial dos UFOs no Brasil, aludindo a esse nome criado pelo saudoso Claudeir Covo. A matéria alude aos 21 UFOs observados sobre São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás, e que a Força Aérea Brasileira (FAB) enviou caças para interceptar os UFOs, sem sucesso.

ARQUIVOS UFOLÓGICOS ESTÃO ENTRE OS MAIS ACESSADOS DO ARQUIVO NACIONAL


Documentos sobre UFOs estão entre os mais procurados do Arquivo Nacional

Foi exibida outra gravação de conversa entre controlador de voo e piloto, e este último afirma: "Tem alguma coisa ali no setor noroeste de São José. Um farolzinho, pô. Mas eu tô olhando bem, o bicho tá parado". Depois acrescenta: "Eles mudam de cor o tempo todo. Ficam vermelhos, amarelos, verdes, azuis, brancos. Tá bonito, estou arrepiado, meu irmão!". Entra então a jornalista Mariana Procópio, dizendo que conforme os documentos chegam ao Arquivo Nacional são digitalizados e disponibilizados no site da instituição, e que a seção que reúne esses arquivos é uma das mais acessadas. Em seguida mencionam mais casos que constam dos arquivos, como as fotos obtidas na Barra da Tijuca em 17 de maio de 1952, que infelizmente são comprovadamente uma fraude, como demonstrou Claudeir Covo. A reportagem da Rede Bandeirantes, apresentada no Jornal da Band, foi no geral benéfica à Ufologia séria, demonstrando a realidade da presença de UFOs em território brasileiro, e comprovando que a FAB segue cumprindo sua missão ao recolher esses relatos.







FONTE: Revista Ufo/Band Tv

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…