Pular para o conteúdo principal

Documentos mostram que os nazistas planejavam destruir o canal do Panamá



Investigadores no Chile lançaram milhares de documentos que deixaram de ser confidenciais datando até a Segunda Guerra Mundial, revelando a extensão com a qual os espiões nazistas se infiltraram no país. Dentre as revelações mais chocantes está a descoberta de uma conspiração nazista para destruir o Canal do Panamá, um ato que teria mudado a “história do mundo inteiro”.

Como mostrado pelo Deutsche Welle, os documentos foram apresentados na quinta-feira (22) em uma cerimônia de revelação em Santiago no Chile. Os arquivos finalmente foram disponibilizados ao público depois de uma petição que foi apresentada esse ano por deputados chilenos que pediam sua liberação. Os arquivos agora estão em exposição pública nos arquivos nacionais do Chile, e versões digitais serão disponibilizadas online.

“Até ontem (quinta), isso ainda era um segredo”, disse o legislador Gabriel Silber, um dos autores da petição. “Talvez, a partir de hoje, possamos reconhecer uma verdade desconfortável que infelizmente algumas figuras políticas e de negócios no Chile apoiaram os nazistas.”



Realmente, os nazistas tiveram apoio no Chile e em outros países latino-americanos durante a Segunda Guerra, e é esse o motivo de tantos oficiais nazistas terem vindo para a América do Sul depois da guerra. Em 1941, depois de grupos nazistas terem sido encontrados no país, o governo chileno montou uma unidade de polícia especial chamada Departamento 50 para rastrear esses círculos de espiões e frustrar suas atividades.

Conforme os recém-revelados documentos mostram, mais de 40 pessoas dentro dos círculos de espionagem nazista foram presas durante a guerra. O Departamento 50 conseguiu quebrar dois círculos principais de espiões que estavam trabalhando no Chile e outros países da América do Sul, tomando suas armas, confiscando milhares de dólares em dinheiro e descobrindo várias conspirações, incluindo um plano de bombardear minas no norte do Chile. A polícia especial também descobriu que os filhos de algumas famílias alemãs estavam vivendo no interior, onde estavam fazendo treinamento paramilitar.

Os arquivos também mostram que os espiões nazistas e apoiadores no Chile conseguiram interceptar comunicações de rádio feitas pela marinha chilena. Agentes nazistas conseguiram criptografar essas mensagens e mandá-las para o terceiro reich. É bem óbvio a partir desse e de outros exemplos que os nazistas receberam amplo apoio de simpatizantes chilenos em altos cargos.


USS Arizona no Canal do Panamá (1921). (Imagem: C. F. Rottman)

Talvez mais chocante de tudo, o Departamento 50 descobriu e impediu uma conspiração para atacar o Canal do Panamá. “Se eles tivessem alcançado seus objetivos, isso poderia ter mudado não apenas a história do Chile, mas a história do mundo inteiro”, disse Hector Espinoza, o diretor-geral de investigações da polícia do Chile, na cerimônia de quinta-feira. Nenhum detalhe da conspiração foi trazido a público, mas os espiões provavelmente estavam pensando em plantar bombas nas áreas mais vulneráveis, deixando o canal inoperável por longos períodos. Destruir uma ou várias comportas, por exemplo, poderia ser potencialmente catastrófico.

Sem dúvida, a destruição do Canal do Panamá, mesmo temporária, poderia ter sido um forte golpe para a Aliança. O canal servia como uma rota primária para transportar tropas americanas e suprimentos da costa leste para a guerra no Oceano Pacífico. Um canal obstruído teria bloqueado muito a capacidade das forças americanas de lutar contra o Japão Imperial, que estava aliado à Alemanha na época. Vale notar que os japoneses também tiveram planos de atacar o Canal do Panamá durante a guerra, usando uma frota de submarinos, mas a guerra terminou antes do ataque poder ter sido lançado.

A liberação desses documentos veio apenas alguns dias depois de um monte de artefatos nazistas terem sido descobertos na casa de um colecionador na Argentina. A guerra pode ter terminado 72 anos atrás, mas ainda estamos descobrindo a extensão da tentativa nazista de fazer da América do Sul a sua casa longe de casa.

[Deutsche Welle]

Imagem do topo: SDASM Archives/Flickr

FONTE: GIZMODO BRASIL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…