Pular para o conteúdo principal

Caso Alençon: incidente ufológico ou viajante do tempo?



Um dos relatórios mais bem documentados de um possível visitante de outro mundo foi desembarque em terra em uma pequena cidade francesa de Alençon, que está situada a cerca de 30 milhas ao norte de Le Mans.

A cidade é hoje famosa por suas culturas locais, mas por volta de duzentos anos, Alençon tornou-se conhecida por algo muito menos mundano em sua vizinhança.

Por volta das 05:00 no dia 12 de junho de 1790, camponeses assistiam com admiração a uma esfera de metal enorme descendo do céu, se movendo com um movimento estranho e ondulante.

O globo fez um pouso forçado em uma colina e o impacto violento fez o solo e a vegetação se fixassem a encosta. O casco do globo estava tão quente (possivelmente a partir de um motor ou por causa da rápida descida pela atmosfera) que inflamou a vegetação seca e o fogo rapidamente se dispersou.

Os camponeses correram até o morro carregando baldes de água, e dentro de um curto espaço de tempo, os incêndios foram extintos.

Uma grande multidão cercou o local e algumas das pessoas mais aventureiras avançou para tocar o casco da nave sobrenatural ao descobrir que estava bastante quente.

Um médico e dois prefeitos de cidades próximas, além de um número de funcionários, apareceram para ver o que tinha descido do céu naquela manhã, e estas importante testemunhas puderam acompanhar algo sensacional.

A escotilha teria se aberto no hemisfério inferior do globo e um homem em um traje extravagante, apertado, surgiu e examinou os observadores com um olhar apreensivo.

Ele começou a murmurar algo em uma língua estranha e gesticulou para a multidão para ficar longe dele e seu veículo. Enquanto algumas pessoas recuaram, o homem correu até um círculo de espectadores e fugiu para a floresta local.

Alguns dos camponeses correram para longe do globo ao perceber que algo perigoso estava prestes a acontecer. O restante da multidão decidiu por seguir o exemplo e se distanciar da esfera.

A nave então teria explodido com um som abafado, criando uma nuvem em forma de cogumelo em miniatura. Os destroços se espalharam pela grama e gradualmente se transformaram em pó.

Um inspetor de polícia chamado Liabeuf viajou mais de cem milhas de Paris para investigar o acidente, e ele interrogou muitas das testemunhas, incluindo os prefeitos e médico que estavam presentes no espetáculo estranho.

O inspetor organizou uma busca minuciosa dos bosques onde o homem estranhamente vestido havia se refugiado, mas a caça não obteve sucesso. O homem estranho desapareceu tão misteriosamente quanto ele tinha chegado.

No relatório a seus superiores, inspector Liabeuf apresentou a sugestão de que o homem poderia ter sido “um ser de outro mundo”, mas algumas autoridades de Paris rejeitaram a sugestão como “uma ideia ridícula”.

FONTE: SITE ARQUIVO UFO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…