Pular para o conteúdo principal

O maior radiotelescópio do mundo, FAST está prestes a ser inaugurado na China


Foto: Xinhua News Agency/Shutterstock

Por Daniele Cavalcante

O radiotelescópio chinês FAST (sigla para Five-hundred-meter Aperture Spherical Radio Telescope) está prestes a se tornar totalmente operacional. Sua construção foi concluída em 2016, e ele já passou por testes rigorosos antes de chegar à última etapa antes de sua inauguração oficial - o processo final de revisão na China, chamado National Construction Acceptance.

Trata-se do maior e mais sensível radiotelescópio do mundo, e a segunda maior abertura de um único prato depois do RATAN-600, na Rússia. É constituído por um prato fixo de 500 metros, feito de 4.450 painéis individuais, e está localizado na depressão Dawodang, uma bacia natural do tamanho de 30 campos de futebol, no condado Pingtang, sudoeste da China.

"Depois de aprovarmos essa revisão, o FAST se tornará um telescópio aceito para explorar o Universo", disse Jiang Peng, engenheiro-chefe e vice-diretor do Centro de Desenvolvimento e Operação do telescópio. "O Fast está aberto a astrônomos chineses desde abril de 2019. Após a National Construction Acceptance, ele estará aberto a astrônomos de todo o mundo".

A construção do FAST foi financiada exclusivamente pelo governo chinês, mas também teve a colaboração de organizações internacionais, incluindo a Organização Australiana de Pesquisa Científica e Industrial. Apesar das colaborações externas, ainda está para ser decidido quem na comunidade internacional poderá usar o telescópio, e até que ponto - decisão essa que cabe ao governo da China. Li Di, cientista chefe da FAST, espera que o telescópio tenha uma política aberta a todo o mundo.

Do que o FAST é capaz?



Uma das tarefas que o telescópio pode realizar é a detecção de pulsares - um feixe de radiação intensa lançado por uma estrela densa de nêutrons. Um pulsar não pode ser observado visualmente, mas como esse feixe é um sinal de rádio, os cientistas podem detectá-lo usando um radiotelescópio como o FAST.

No tempo em que o FAST já esteve cientificamente operacional, os cientistas envolvidos com ele descobriram mais de 130 novos candidatos a pulsares, 93 dos quais foram confirmados por outras equipes que usam outros radiotelescópios. "Nosso objetivo é recuperar o atraso", disse Li. "E, eventualmente, temos centenas de novas descobertas todos os anos."

Depois de detectar um pulsar, os astrônomos podem usá-lo para identificar e medir o comportamento de outros fenômenos físicos, como ondas gravitacionais. Além disso, os pesquisadores procuram por FRBs (Fast Radio Bursts) - sinais de rádio inexplicáveis, porém extremamente energéticos, que são muito mais altos que os pulsares embora estejam muito mais distantes. Em 29 de agosto, o FAST detectou a primeira fonte repetitiva de FRB já descoberta. Essa fonte é monitorada constantemente pelos principais telescópios do mundo desde a sua descoberta em 2012, mas o FAST foi o primeiro a detectar tantas emissões em um período tão curto de tempo - uma prova de sua sensibilidade e poder de processamento surpreendentes.

Cientistas do FAST também vão procurar exoplanetas com um campo magnético - um componente crucial para sustentar a vida, de acordo com Li - e por hidrogênio, o elemento mais abundante - e suspeito de ser o mais antigo - do universo. "Vamos descobrir emissões curiosas", disse Jiang. "Essas observações podem melhorar nossa compreensão da física de altas energias, evolução das estrelas e evolução das galáxias".



FONTE: Phys.org via canaltech.com.br - Tsinghua University

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…