Pular para o conteúdo principal

Aquela “megaestrutura alienígena” está agindo de forma estranha de novo



Quase certamente não são alienígenas, mas, de novo, a Estrela de Tabby está agindo de forma muita estranha. A estrela, que virou uma obsessão nossa pela primeira vez em 2015 — quando o astrônomo Jason Wright sugeriu que seu estranho comportamento cintilante pudesse ser o resultado de uma megaestrutura alienígena —, está, novamente, cintilando. Mas, diferentemente de falhas estelares anteriores, os astrônomos agora estão preparados para estudá-la no ato.

O mundo foi alertado pela primeira vez sobre a mudança misteriosa na emissão de luz da estrela em um tweet de Wright, na manhã de sexta-feira (19).


(“ALERTA: a estrela de @tsboyajian está diminuindo/Isso não é uma simulação/Twitteiros astronômicos com telescópios nas próximas 48 horas: espectros, por favor!”)

Conforme noticiado pela Popular Science, o Observatório Fairborn, no Arizona, confirmou que a emissão de luz da estrela havia recentemente diminuído em aproximadamente 3%. Assim como em eventos de diminuição de luz anteriores, isso não pode ser facilmente explicado por qualquer comportamento estelar comum. Explicações anteriores para a inconsistência da estrela incluem um enxame de fragmentos cometários, um planeta recentemente aniquilado (para ser sincero, meu irmão, um astrônomo da Universidade de Columbia, é que criou essa) e a favorita de todo fiel: uma megaestrutura alienígena.

A Estrela de Tabby, ou KIC 8462852, como ela foi inicialmente identificada no banco de dados do telescópio espacial Kepler, tem confundido astrônomos desde que sua curva de luz incomum foi observada pela primeira vez por cientistas cidadãos. Ao longo de quatro anos de observações do Kepler, a emissão de luz da estrela intermitentemente sofreu quedas, caindo aproximadamente 20% em uma ocasião. Quanto mais os astrônomos olhavam para a estrela, mais estranhas as coisas ficavam.

Uma análise de antigas placas fotográficas indicou que a emissão de luz da estrela diminuiu impressionantes 19% ao longo do século XX, e uma análise seguinte dos dados do Kepler pareceu confirmar a diminuição a longo prazo. Foi logo decidido que o único jeito de resolver o mistério seria observar a estrela no ato de diminuição, por meio de espectro eletromagnético. Após uma bem-sucedida campanha de crowdfunding pela descobridora da estrela, Tabetha Boyajian, na primavera passada do hemisfério norte, foi exatamente isso que os astrônomos passaram a se preparar para fazer.

Eles não estão desperdiçando tempo algum. Existe atualmente um chamado para que telescópios de todo o mundo, incluindo os de astrônomos amadores, virem seus olhos para a Estrela de Tabby e vejam como sua curva de luz muda durante o evento de diminuição. “Neste momento, estamos organizando vários diferentes telescópios”, Wright disse, em entrevista para o programa SETI, da Universidade da Califórnia em Berkeley, notando que observadores nos dois telescópios Keck no Havaí iriam olhar para a Estrela de Tabby, com, se tudo desse certo, pessoas de vários outros observatórios nos Estados Unidos e no mundo.

Como expliquei anteriormente, os dados do Kepler sobre a Estrela de Tabby consistiam de uma mancha de luz branca. Medições mais precisas em diferentes comprimentos de onda poderiam nos ajudar a focalizar seja qual for o material que esteja obstruindo a estrela. Espectros com alta absorção de comprimentos de onda azuis e ultravioleta, por exemplo, poderiam apontar para uma gigante gota de poeira em torno da estrela, enquanto um excesso de radiação infravermelha pode reforçar a hipótese do cometa.

Mas o que reforçaria a teoria de um grande projeto de construção alienígena? Apenas a mais extraordinária das evidências. Embora, a essa altura, contanto que a estrela continue desafiando explicações naturais, os nerds podem continuar sonhando com isso.




[h/t Popular Science]

Imagem do topo: NASA/JPL-Caltech

FONTE: GIZMODO BRASIL/Canal Youtube Mensageiro Sideral

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…