Pular para o conteúdo principal

Força Aérea e Guarda Nacional investigaram pouso de UFO em 1966


Militares analisaram as marcas de pouso do UFO

Documentos revelam investigação militar de avistamento acontecido no estado de Dakota do Norte

Em 15 de setembro de 1966 um chamado telefônico foi recebido pelo tenente-coronel Thomas E. Marking, do 119º Esquadrão de Suporte de Combate. O militar ouviu do senhor Clifford Melroe, que ligava da cidade de Gwinner, na Dakota do Norte, dizendo que um jovem estudante havia observado um objeto estranho, que pousou na fazenda dos pais do garoto deixando marcas no solo.

O brigadeiro general Homer G. Goebel e o próprio tenente-coronel Thomas E. Marking, acompanhados pelo capitão Edward A. Skroch e o sargento Everett E. Brust foram ao local investigar. No local descrito pela testemunha, eles encontraram três impressões redondas dispostas simetricamente no formato de um triângulo isósceles, cada uma com 25,40 cm de diâmetro e 17,78 cm de profundidade. O objeto que as produziu, de acordo com o estudante, tinha cerca de 11 m de diâmetro, formato elíptico com uma bolha transparente no topo, e quando pousou estendeu três traves de pouso.

Não havia evidências de rastros de veículos, nem da presença das muitas pessoas que, conforme os militares estimaram, seriam necessárias para produzir o tipo de impressão encontrado nas marcas, com equipamento pesado. A testemunha afirma que estava aguardando o ônibus escolar quando, a cerca de 1,6 km de distância, observou o UFO pairando. Depois aparentemente pousou a aproximadamente 270 m de distância, antes de decolar em grande velocidade na vertical, rumando para o norte. O avistamento durou um total estimado de cinco minutos.

Relatório produzido pela USAF após a investigação do caso

RELATÓRIO OFICIAL

Em documentos produzidos pelo Departamento de Dinâmica de Voo da Base Aérea de Wright Patterson, Ohio, e pela Guarda Aérea Nacional de Dakota do Norte, em Fargo, os militares afirmaram não ter encontrado elementos para refutar o relato do jovem. Eles apontam ainda que o formato simétrico das marcas no chão são o padrão lógico de um veículo de aterrissagem e pouso verticais. Eles afirmam que as Forças Armadas norte-americanas não possuíam no ano de 1966 uma aeronave com tais capacidades, que não tomaram conhecimento de qualquer voo de teste na área. Informes meteorológicos indicavam a chegada de uma frente fria nas proximidades, porém nenhum fenômeno atmosférico pode explicar os fatos. O relatório termina afirmando que diante das informações disponíveis o objeto deve ser classificado como não identificado.

FONTE: REVISTA UFO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…