Pular para o conteúdo principal

Chile e França acertam cooperação no estudo ufológico


Avistamentos de pilotos de aeronaves, principal alvo da cooperação entre CEFAA e GEIPAN

CEFAA e GEIPAN irão analisar casos ufológicos e trocar experiências; organização francesa de pesquisa aeronáutica irá auxiliar o trabalho

O Grupo de Estudos de Fenômenos Aeroespaciais Não identificados (GEIPAN) é uma das entidades mais antigas e atuantes na investigação do Fenômeno UFO. Desde 1977 realiza seu trabalho de forma oficial, atuando oficialmente como órgão da Agência Espacial da França. Em sua metodologia, os casos classificados como Tipo D são os mais significativos, pois não podem ser explicados de forma convencional. O GEIPAN chegou à conclusão de que cerca de 20 por cento dos 2.200 casos em seus arquivos se enquadram nessa categoria.

Já o Comité de Estudios de Fenómenos Aéreos Anómalos (CEFAA) é o órgão oficial de pesquisa ufológica da Força Aérea do Chile. Funcionando desde 1997, já investigou dezenas de casos de avistamentos, especialmente aqueles cujas testemunhas são pilotos e tripulações de aeronaves civis e militares. O CEFAA realizou um encontro no começo deste ano, a fim de determinar se os UFOs constituem uma ameaça para a aviação. A conclusão foi de que não representam uma ameaça direta e não parecem ter intenções hostis, contudo os militares concluíram que podem representar certo risco, na medida em que os pilotos podem se distrair em sua presença.

As duas entidades firmaram recentemente um acordo de cooperação, cuja primeira reunião de trabalho aconteceu em Paris, em 28 e 29 de agosto últimos. Além dos dois organismos, participa do esforço conjunto A Sigma2, entidade que faz parte da 3AF, uma sociedade privada dedicada à ciência e tecnologia, que pode ser comparada ao Instituto Americano de Astronomia e Astronáutica. A 3AF possui um importante papel para a indústria aeronáutica europeia, e a Sigma 2 trabalhou ao lado do GEIPAN em diversos casos, sempre que os especialistas do órgão oficial não tinham a expertise requerida para determinado caso, em termos de análises físicas de eventos do Tipo D.

COOPERAÇÃO PODE INCENTIVAR A PARTICIPAÇÃO OFICIAL DE OUTROS GOVERNOS

A 3AF/Sigma 2 também concordou com as conclusões do histórico estudo publicado em 1999 pelo Comitê Cometa, com o titulo Dossiê Cometa. O presidente da comissão Sigma2, Luc Dini, afirmou ainda que a intenção é ampliar a cooperação: "Temos a intenção de desenvolver uma rede de especialistas técnicos e científicos, na França, na Europa, e fora da Europa, para conduzir estudos de casos e discutir análises técnicas". Especula-se que um dos futuros parceiros seja o Centro de Informação de Fenômenos Anômalos da Aviação Nacional (NARCAP), dirigido por Richard Hains. O NARCAP realiza um importante trabalho em prevenção do risco que os UFOs representam para a aviação, recebendo depoimentos e relatórios de pilotos civis.


Foto da histórica reunião entre CEFAA e GEIPAN

A cooperação entre Chile e França foi também elogiada por Leslie Kean, jornalista norte-americana, autora do livro UFOs: OVNIs - Militares, Pilotos e o Governo Abrem o Jogo. Ela disse: "Sei por experiência pessoal que essa cooperação entre governos sobre esse assunto é importante para pessoas do governo norte-americano, para que um novo envolvimento oficial deste último seja considerado. O fato de duas agências importantes unmirem forças é muito significativo e temos esperanças que esse passo à frente ajude a encorajar outros governos a levarem o assunto a sério e se unir ao crescente esforço internacional de investigação. O envolvimento dos Estados Unidos é importante para incentivar outros países a também colaborar".

FONTE: REVISTA UFO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…