Pular para o conteúdo principal

Encontrar sinais de vida extraterrestre em exoplanetas é como encontrar pizza no dormitório de alunos universitários


A esquerda, um ‘falso positivo'; à direita um ‘verdadeiro positivo’. Imagem: NASA

Até desenvolvermos a tecnologia de dobra espacial, a procura pela vida em outros planetas além do nosso sistema solar será feita daqui da Terra. Ainda bem: A espaçonave Terra é obviamente a melhor nave, e daqui podemos determinar muita coisa sobre o número crescente de exoplanetas que encontramos com o telescópio Kepler. Através de certos princípios, tais como as distâncias orbitais dos planetas e seus tamanhos, são – embora de forma imperfeita – possuímos formas de avaliar alguns planetas.
Uma outra forma é olhar a composição atmosférica de um planeta. Se você está procurando por vida, é senso comum que se deva procurar por aquilo que a vida necessita e produza – o oxigênio na atmosfera da Terra é originário da vida das plantas, assim ele está na atmosfera por todos os cantos. Outras moléculas, tais como a do metano ou a poluição industrial, também têm sido propostos como possíveis indicadores de vida, vindo de, por exemplo, flatulência de animais e nossas fábricas, respectivamente.
Astrônomos são capazes de olhar às moléculas nas atmosferas dos exoplanetas a partir da Terra, simplesmente analisando a luz da estrela que passa através da atmosfera de um planeta, à medida que ele transita entre a estrela e a Terra.
O problema é que encontrar um desses gases pode ser enganador, levando a um falso positivo. Enviar uma sonda a centenas e centenas de anos-luz de distância, somente para descobrir se a atmosfera é feita toda de ozônio (O3), sem O2, ou se é simplesmente metano dos vulcões, enquanto o planeta é incapaz de abrigar a vida, seria além de desapontante.
Assim, os pesquisadores do Laboratório Planetário Virtual do Instituto de Astrobiologia da NASA têm executado várias simulações, lidando com as atmosferas, para descobrirem como se pareceria a atmosfera um planeta habitável.
“Tentamos bastante fabricar sinais de falso positivo para a vida, e encontramos alguns, mas somente para o oxigênio, o ozônio e o metano, por si próprios“, disse Shawn Domagal-Goldman, do Centro de Voo Espacial Goddard, da NASA, um dos autores chefe do trabalho que foi publicado no Astrophysical Journal. “Porém, nossa pesquisa reforça o argumento de que o metano e o oxigênio juntos, ou o metano e o ozônio juntos, ainda constituem uma assinatura forte de vida“, disse ele.

sto é porque o oxigênio e o metano não se gostam. Uma atmosfera carregada com um desses gases deve ter seu suprimento do outro continuamente recarregado, e a forma mais confiável disso acontecer na Terra é através de mecanismos de vida. Assim, se ela tiver metano E oxigênio, as chances são muito melhores de que o planeta abriga algo que respira e que produza gases de flatulência.
“É como alunos universitários e pizza“, Domagal-Goldman disse, expressando esta grandiosa metáfora: “Se você ver pizza num dormitório e também há alunos universitários naquele dormitório, as chances são de que a pizza foi recém entregue, porque os alunos irão rapidamente comê-la. O mesmo ocorre como o metano e o oxigênio.“
Há muitos variáveis neste modelo para serem trabalhadas, não somente nos planetas, mas também nas estrelas que os planetas orbitam. O oxigênio e o ozônio podem ser produzidos quando a luz ultravioleta quebra o dióxido de carbono, assim os tipos e proporções de luz vinda da estrela irá impactar naquilo que é visto durante o trânsito do exoplaneta (entre a Terra e a estrela em questão).
“Se há mais luz ultravioleta atingindo a atmosfera, ela irá impulsionar estas reações fotoquímicas mais eficientemente“, disse Domagal-Goldman. “Para confirmar que a vida esteja produzindo oxigênio e ozônio, você precisa expandir a gama do seu comprimento de onda para incluir as características de absorção do metano. Idealmente, você também mediria outros gases, tais como o dióxido de carbono e o monóxido de carbono [uma molécula com um átomo de carbono e um átomo e oxigênio]. Assim estamos pensando cuidadosamente a respeito das questões que poderiam nos iludir com um sinal falso positivo, e as boas novas é que através de sua identificação, podemos criar um bom caminho para evitar as questões que um falso positivo poderiam causar.”

FONTE: http://motherboard.vice.com/ via Ovni Hoje


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…