Pular para o conteúdo principal

Células artificiais mudam de forma e movimentam-se


Vários formatos de vesículas, destacando a rede de microtúbulos e a deformação ativa de suas membranas. [Imagem: Christoph Hohmann]

Células sintéticas

Embora minúsculas, as células vivas são corpos complexos, com um sistema metabólico sofisticado e longe de ser totalmente compreendido.

Mas isso não tem inibido o sonho de construir células artificiais simples, com uma função específica, e utilizando apenas alguns ingredientes básicos.

Esse caminho vem sendo traçado com microcápsulas que se comunicam e cooperam como células, e também com "células" para criar dispositivos biológico-eletrônicos.

Felix Keber e seus colegas da Universidade de Munique, na Alemanha, se concentraram na criação de um dispositivo parecido com uma célula que fosse capaz de executar uma função biomecânica - ser capaz de se mover e mudar de forma sem influências externas.

Motores moleculares

A célula sintética é formada por um invólucro muito fino - uma membrana - dois tipos diferentes de biomoléculas e um combustível para alimentar o movimento.

O invólucro - tecnicamente conhecido como vesícula - é feito de uma membrana lipídica de camada dupla, com uma forma semelhante à das membranas celulares naturais. Essa vesícula foi preenchida com microtúbulos, componentes em forma de tubo do citoesqueleto, além de moléculas cinesina.

Nas células, as cinesinas normalmente funcionam como motores moleculares, que transportam moléculas ao longo dos microtúbulos. Na célula artificial, estes motores empurram constantemente os túbulos um ao lado do outro, formando um cristal líquido sob a membrana.

Para que tudo funcione, as cinesinas precisam de ATP, um portador de energia, que foi adicionado no experimento.

Imitação de processos celulares

Devido à ação dos motores moleculares, o cristal líquido bidimensional fica em um permanente estado de movimento. Como o cristal líquido não é perfeito, suas falhas induzem deformações na célula artificial.

Enquanto a vesícula tem um formato esférico, nada acontece. No entanto, assim que a água é removida por meio de osmose, a vesícula começa a mudar de forma, devido ao movimento dos cristais líquidos no interior da membrana.

Se a vesícula perder ainda mais água, as deformações na membrana geram protuberâncias, semelhantes às utilizadas pelas células naturais para locomoção.

As escalas de tempo das alterações físicas podem ser controladas pela velocidade dos motores de cinesina e pelo tamanho da vesícula inicial.

"Com o nosso modelo biomolecular sintético, nós criamos uma nova opção para o desenvolvimento de modelos celulares minimalistas," argumenta o professor Andreas Bausch, coordenador da equipe.

"Ele é ideal para aumentar a complexidade de uma forma modular, a fim de reconstruir processos celulares como a migração ou a divisão celular de uma maneira controlada," concluiu Bausch.

FONTE: SITE INOVAÇÃO TECNOLOGICA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…