Pular para o conteúdo principal

Uri Geller e o metal de Roswell com memória



Uri Geller foi objeto de uma série de experimentos dentro do Centro Naval de Armamentos de Superfície, em 29 de outubro de 1973 e outubro de 1974, com a intenção de estudar suas ‘forças psíquicas’. O gerente do projeto foi o Dr. Eldon Byrd. Um teste foi conduzido com uma material metálico de última geração, o NITINOL.
Curiosamente, de acordo com um documento oficial que foi desclassificado em 2009 (FOIA), da Força Aérea (EUA) Wright-Patterson, e segundo a maioria dos pesquisadores, em 1949 foram enviados destroços encontrados em Roswell ao ‘Battelle Memorial Institute‘, que é uma instituição privada para o estudo científico de tecnologia, pesquisa e desenvolvimento de materiais com memória molecular…
Os experimentos com o nitinol sob ‘influência psíquica’ teriam sido conduzidos numa área do Escritório de Pesquisa Naval (sigla em inglês – ONR), envolvendo cientistas como Fred Wang e Howard Cross. Anos mais tarde, o Comandante George Hoover confirmou que a Marinha dos EUA tinha estado se dedicando à engenharia reversa, usando para tal o material obtido em Roswell. Ele também disse que foram realizados experimentos em pesquisa psíquica, que foram colaborados pelo Dr. Fred Wang e também um outro experimento envolvendo o Dr. Howard Cross, que participou na década de 1950 da investigação oficial de OVNIs do governo dos EUA.
Numa entrevista em 1990, o General Arthur Exon, que serviu em 1960 na Força Aérea Wright-Patterson, confirmou a existência de relatórios confidenciais sobre o metal de Roswell. Exon disse estar ciente de alguns detalhes sobre a composição dos restos do OVNI e de uma variedade de testes que neles eram conduzidos, e que tal pesquisa resultou no nitinol. Além disso, Elroy John Center, outro envolvido no desenvolvimento de nitinol, mas que aparece nos títulos de um documento desclassificado, disse em 1992 que na década de 1960 trabalhou nos restos de um acidente com OVNI em Roswell…

Uri Geller, após 41 anos, relembra os estranhos eventos que ocorreram no Centro Naval de Armamentos de Superfície. O famoso mentalista lembra da participação de pelo menos dois cientistas que acompanharam o Dr. Eldon Byrd e que um deles tinha um nome oriental. Sobre o nitinol, Byrd disse que “se trata de uma tecnologia de espaçonave, algum tipo de tecnologia extraterrestre“… para a surpresa de Geller, que não acreditava completamente nesta informação, Byrd adiciona: “esta tecnologia foi encontrada em uma espaçonave.” Uri Geller disse que eles não contaram toda a verdade sobre uma série de experimentos conduzidos naquele dia, e talvez a CIA estivesse envolvida. Entre os intervalos das perguntas a ele apresentadas, Geller perguntou se era possível “voar uma espaçonave com a força da mente“… E aparentemente, de acordo com alguns pesquisadores, os militares estavam fascinados com a possibilidade de que a tripulação do OVNI de Roswell podia controlar alguns aparelhos da nave com suas mentes…
Uri Geller sabia que o NITINOL estava sendo desenvolvido pelo Battelle Memorial Institute.


Folha de nitinol.

FONTE: ufocon.blogspot.co.uk via Ovni Hoje

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Artur Berlet, O homem que foi para o Planeta Acart

O "Caso Berlet" ocorreu em 25 de maio de 1958 (faleceu em 1995), quando o gaúcho Artur Berlet, da cidade de Sarandí – RS, desapareceu por 11 dias.
Segundo Berlet teria sido abduzido e levado para um planeta chamado Acart aproximadamente 65,000,000 km da terra, demorou cerca de 38horas para chegar, onde ficou 11 dias em uma cidade com quase 90 milhões de habitantes. O curioso do fato que conseguiu comunicação com extraterrestres através do idioma Alemão.

Durante esse tempo, Berlet teve a chance de ver a Terra a partir do espaço. conhecer objetos e tecnologias que só teríamos posteriormente no decorrer do avanço dos humanos.
Após décadas, a fantástica história do gaúcho ainda surpreende a todos. Quem reconstituiu a história desse caso para a RBS foi a professora Ana Berlet, filha de Artur.

Vejam o nível da informação:

O Artur Berlet através de uma aparelho de Acart o qual olhou a terra, disse;
“a terra era AZUL.”



Ok ! parece nada demais, mas o fato é que ele disse anos ant…

Filme "Intruders" (Intrusos) 1992

Ao pesquisar problemas de duas de suas pacientes, proeminente psiquiatra de um importante hospital de Los Angeles (Interpretado pelo falecido ator Richard Crenna na vida real John Mack, psiquiatra formado em Harvard Medical School, 1955.) acaba penetrando em um universo de estranhas ocorrências relacionadas com OVNIs, que modificarão sua própria vida.

"Intruders" foi baseado no best-seller de Budd Hopkins e em casos verídicos que hoje compõem um vasto arquivo de histórias vividas por muitas pessoas que passaram por experiências com seres extraterrestres, e que neste filme colaboraram com renomados pesquisadores do assunto na reconstituição dos episódios.

Best Seller "Intruders" (Intrusos)

Algumas cenas do filme:








Filme legendado em português:




Inspiração do filme Intruders (Intrusos), mulher relata contato com ETs



A americana Debbie Jordan, que relata um contato com extraterrestres há 34 anos, comentou que ficaria chocada se houvesse uma nova aproximação, mas não enc…