Pular para o conteúdo principal

Pesquisadores realizarão "censo" inédito das galáxias do Hemisfério Sul


GALÁXIA ESPIRAL BARRADA, ONDE APARECEM OS BRAÇOS ESPIRAIS AZUIS, LOCAIS DE ATIVA FORMAÇÃO DE ESTRELAS NOVAS (FOTO: WIKIPEDIA COMMONS)

O universo é tão imenso que já se acreditou que havia 100 bilhões de galáxias, somente na parte observável do cosmos. Esse número então foi atualizado para 2 trilhões por pesquisadores da Universidade de Nottingham, no Reino Unido. A porto-riquenha Karín Menéndez-Delmestre agora quer pegar uma pequena parte dessa imensidão e fazer um levantamento inédito de galáxias, criando um “censo” para entender os aglomerados do Hemisfério Sul.

O projeto coordenado por ela ocorre em parceria com um time de pesquisadores e ganhou o nome de Canga (Census of Austral Nearby Galaxies), ou Censo das Galáxias Austrais Próximas. Menéndez-Delmestre foi uma dos 12 cientistas selecionados pelo Instituto Serrapilheira que receberão apoio de R$ 1 milhão para investir em seu projeto pelos próximos três anos.

Com o objetivo final de levantar cerca de 1.500 galáxias situadas até 120 milhões de anos-luz, a Professora Adjunta no Observatório do Valongo (UFRJ) e Jovem Cientista do Nosso Estado da FAPERJ, tem desenvolvido campanhas observacionais em grandes telescópios - neste semestre, o estudo foi no Soar, aparelho localizado a 2.400 metros de altitude nos Andes chilenos.


KARÍN MENÉNDEZ-DELMESTRE, PROFESSORA ADJUNTA NO OBSERVATÓRIO DO VALONGO (UFRJ) DESDE 2011. FOI SELECIONADA JOVEM CIENTISTA DE NOSSO ESTADO PELA FAPERJ (FOTO: ACERVO PESSOAL)

Em entrevista à GALILEU, a pesquisadora explica que as imagens dos telescópios são como “fósseis”, pois foram tiradas no passado, uma vez que as galáxias estão muito distantes. “ Em cada pixel da imagem conseguimos estudar o histórico de formação das estrelas de uma região. Conseguimos dizer se ela passou por um surto de formação estelar ou se parou de formar estrelas”, afirma a pesquisadora, em entrevista à GALILEU.

O objetivo do estudo é caracterizar estruturas que são observadas em galáxias locais, como seus discos, núcleos, braços espirais, barras etc. Com isso, é possível estabelecer um censo da distribuição de massa estelar em diferentes tipos de galáxias e determinar como se distribui a matéria dentro de uma galáxia.


LOCALIZADO NOS ANDES CHILENOS, A 2.400M DE ALTITUDE, O SOAR É UM DOS TELESCÓPIOS MAIS MODERNOS NA SUA CATEGORIA (FOTO: WIKIPEDIA COMMONS)

Menéndez-Delmestre conta que no ano passado, o foco foi estudar “galáxias grandes com grandes riquezas de estruturas”, mas agora ela quer analisar galáxias-anãs, que tem poucas estrelas e muito gás. “ Essas galáxias são muito difíceis de se estudar pois elas são pouco brilhantes. Elas são rapidamente afetadas pela passagem de outras galáxias e as estrelas são simplesmente arrancadas do sistema delas”, relata a pesquisadora.

A astrônoma também investiga o Universo distante, ou seja, as galáxias mais antigas, localizadas em aglomerados que se juntam na matéria escura. Essa energia chega a representar 85% de toda a matéria do Universo e funciona como um ímã gravitacional, atraindo gases e estrelas que, eventualmente, formam agrupamentos de várias galáxias. “Cada galáxia está imersa em um halo de matéria escura. Se tivermos a ideia do formato dessa matéria em galáxias parecidas com a nossa, poderemos estimar a quantidade de matéria escura que existe na Terra”, explica Menéndez-Delmestre.

*Com supervisão de Thiago Tanji

FONTE: REVISTA GALILEU

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…