Pular para o conteúdo principal

WikiLeaks: documentos da CIA revelam espionagem por meio de Smart TVs



O WikiLeaks (leia-se Julian Assange) afirma ter obtido uma quantidade enorme de documentos da CIA relacionados aos esforços de ciberguerra da agência. A informação contida nos documentos, diz o WikiLeaks, revela ferramentas secretas de hacking que podem tomar conta de iPhones, telefones Android, TVs e basicamente todo tipo de computador. É assustador — se você acredita que o que o WikiLeaks está dizendo é verdade.

A divulgação da manhã desta terça-feira 07/03/17, de codinome Vault 7, aparentemente faz parte de uma série maior do que o WikiLeaks está chamando de “Ano Zero”. O vazamento inicial contém “8.761 documentos e arquivos de uma rede de alta segurança isolada, localizada dentro do Centro de Inteligência Cibernética da CIA em Langley, Virgínia”, de acordo com um comunicado à imprensa do WikiLeaks. O comunicado também afirma que essa divulgação é maior do que o equivalente a três anos de divulgações do Snowden. O WikiLeaks não identifica a fonte dos documentos, a não ser alegando que um arquivo com dados vazados da CIA foi “circulado entre antigos hackers do governo dos EUA de maneira não autorizada, um dos quais forneceu ao WikiLeaks pedaços de arquivos circulados”. Citando uma fonte anônima na comunidade de inteligência, o New York Times noticiou que ao menos algumas das informações nos documentos “pareciam ser verdadeiras”.

Independentemente de sua origem, os documentos parecem descrever algumas ferramentas de hacking incrivelmente assustadoras. O WikiLeaks destacou algumas delas em seu comunicado, incluindo um malware que pode infestar qualquer smartphone no planeta, um aplicativo chamado “Weeping Angel” (“Anjo em Prantos”, em tradução livre), que transforma Smart TVs da Samsung em microfones sempre ligados para espionagem da CIA. Ele funciona mantendo as TVs ligadas mesmo quando foram manualmente desligadas. Segundo os documentos, os hackers da CIA desenvolveram uma maneira de retirar indicadores de TVs LED, melhorando o falso modo desligado dos aparelhos.

Além do Weeping Angel, os documentos revelam também um programa chamado “Fine Dining”, que ajuda os agentes a construir ciberarmas customizadas para propósitos específicos. Os documentos também supostamente esboçam como a CIA constrói essas armas, armazena exploits desde o primeiro dia sem contar a empresas como o Google que poderiam consertá-los e então falham em evitar que o malware caia nas mãos erradas. Se isso for verdade, o WikiLeaks diz que “estados rivais, a cibermáfia e adolescentes hackers” podem estar usando essas armas neste exato momento.

Bom, taí uma ideia assustadora. Entretanto, há várias razões para acreditar que a descrição dos documentos pelo WikiLeaks — ou os próprios documentos — seja enganosa. Por exemplo, a organização alega que técnicas detalhadas nos documentos do Vault 7 descrevem um método “para evitar a criptografia de WhatsApp, Signal, Telegram, Wiebo, Confide e Cloackman, hackeando os smartphones em que eles estejam instalados e coletando tráfego de áudio e mensagens antes que a criptografia seja aplicada”. Por enquanto não está claro exatamente como essas técnicas funcionam ou se elas foram projetadas para minar aplicativos confiáveis como o Signal.

Porém, alguns especialistas dizem que os documentos parecem legítimos. “À primeira vista, é provavelmente legítimo ou contém muita coisa legítima, o que significa que alguém conseguiu extrair muitos dados de um sistema confidencial da CIA e está disposto a deixar o mundo saber disso”, contou Nicholas Weaver, pesquisador de segurança na UC Berkeley, ao Washington Post. A CIA disse ao jornal que “não comentamos a autenticidade ou o conteúdo de supostos documentos de inteligência”.

Considerando o tamanho do vazamento, levará tempo para que repórteres e pesquisadores vasculhem os dados e identifiquem as revelações mais chocantes. Entretanto, a mera ideia de que os servidores mais seguros da CIA vazaram milhares de documentos parece muito ruim para a comunidade de inteligência, assim como para o governo norte-americano. Apenas cinco semanas após o esboço do decreto do presidente Donald Trump sobre cibersegurança, o vazamento do WikiLeaks chega à internet, apenas algumas horas após vários veículos de comunicação noticiarem que o decreto de Trump seria lançado muito em breve. O WikiLeaks alega que o timing do decreto de cibersegurança de Trump e o lançamento do Vault 7 não têm relação entre si.

A história ainda está em desenvolvimento, e vamos acompanhá-la de perto. Você pode ler o comunicado de imprensa do WikiLeaks completo e encontrar links para os supostos documentos da CIA aqui.

[WikiLeaks, Washington Post, New York Times]

Imagem do topo: AP

FONTE: GIZMODO BRASIL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…