Pular para o conteúdo principal

A próxima superlua vai ser a maior da sua vida


Foto tirada pelo amigo Rodrigo Veríssimo com o equipamento Canon SX400 IS

Muitas vidas começaram e terminaram sem que a Lua ficasse tão grande quanto estará neste mês. No dia 14 de novembro, observadores do céu vão testemunhar a lua cheia mais próxima, ou “superlua”, de 2016. Mas o mais empolgante é que será a maior lua cheia desde 1948 – e não teremos outra como essa até 2034.

O motivo da lua parecer encolher e crescer no céu é que a sua órbita não é um círculo perfeito, e sim uma elipse. Conforme a oscilação entre o seu ponto mais próximo (perigeu) e o mais distante (apogeu), sua distância para a Terra varia em aproximadamente 50.000 quilômetros. Isso é traduzido em uma variação de tamanho comparável à diferença entre uma moeda de 5 centavos e uma de 25 centavos.

Luas cheias e luas novas ocorrem quando a Terra, o Sol e a Lua formam uma linha, o que astrônomos chamam de “sizígia”. Quando a lua está no lado oposto ao da Terra em relação ao Sol durante a sizígia, ela aparece cheia. E quando esse alinhamento celeste em particular também coincide com um perigeu, temos uma lua excepcionalmente grande, o que também é conhecido como lua do perigeu ou superlua.

Uma lua cheia no perigeu pode aparecer sendo até 14% maior e 30% mais brilhante do que uma lua cheia no apogeu. Mas mesmo entre as luas do perigeu de elite existe alguma variação em tamanho. Isso porque o sol e a lua – sendo objetos móveis no espaço em vez de círculos em um diagrama – raramente se alinham exatamente no perigeu. E também porque a distância da Terra para o sol muda durante a sua órbita.

O que faz a lua da madrugada 14 de novembro tão especial é que ela vai ficar cheia às 23h52 (horário de Brasília) do dia 13 de novembro, duas horas e meia depois de atingir o perigeu (21h23). Essa vai ser a lua cheia no perigeu mais próxima do nosso nariz desde 26 de janeiro de 1948, e a mais próxima dos próximos 18 anos, até 25 de novembro de 2034.

Ela vai ser a maior lua em um período de 86 anos, o que é bem legal. Apesar de que, como Gordon Johnston do Programa Planetário da NASA destaca, vai ser bem difícil dizer a diferença entre essa superlua enorme e outras superluas mais comuns a olho nu.

Muitas outras superluas devem ocorrer nos próximos meses – inclusive uma já em dezembro, no dia 14 – mas nenhuma será tão grande quanto essa. Então aproveite a oportunidade e veja nosso satélite natural de um jeito que você nunca viu antes, e vai precisar esperar bastante para ver de novo.



FONTE: GIZMODO BRASIL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…