Pular para o conteúdo principal

Debate sobre vida extraterrestre - ufologia e astrobiologia



Bem amigos, o debate em questão envolvendo o jornalista cientifico com mais de oito livros escritos sobre ciência, Salvador Nogueira que também possuí o blog Mensageiro Sideral e o editor da Revista Ufo, Ademar gevaerd, tendo como mediador o editor de ciências Ricardo Mioto, nos evidenciou que tanto a Ufologia quanto a Ciência possuem seus erros na forma de interpretar e investigar os fatos, porém a ufologia se mostra em caminhos complicados e delicados, isso fica evidente ao assistir o debate, por outro lado a ciência segue sendo omissa e descartando oque em meu ponto de vista, pode sim ser considerado provas, pois são em muitos casos relatos de pessoas gabaritadas, com conhecimento cientifico, também não podendo se excluídas pessoas leigas desde que não sugestionadas. Vamos analisar os pontos principais deste debate. O Fenômeno ufo é algo muito complexo e como disse o Salvador, nada sabemos nestes quase setenta anos de ufologia, a complexidade dele é tamanha oque nos ousa entrarmos em hipóteses que estejam além de toda a compreensão adquerida pela ciência em geral diante das leis da física, como por exemplo sobre a imaterialidade do fenômeno, oque causa a refuta por parte da ciência, neste ponto vemos o senhor Gevaerd expondo os casos de agroglifos que teriam surgidos nos últimos oito anos no interior de SC onde o mesmo afirma terem sido feitos por inteligências não humanas, evidenciando a repudia de seu debatente. Alguns destes desenhos investigados e estudados afinco, mostraram a complexidade daqueles feitos por mãos humanas, como níveis de radiação altíssimos em comparação as plantas não afetadas, dobramento das mesmas sem serem quebradas, efeito de microondas, etc, tudo nos levando a crer terem sindo feitos de maneira anormal, mas não sabemos quem os fazem e porque os fazem, outro ponto que chama atenção é o fato de uma equipe do The History Channel estar na localidade justamente quando se dão o surgimento destes desenhos, outro fato são as palestras criadas quase que imediatamente com valores absurdos para exporem suas conclusões, oque seria de direito totalmente grátis a quem queira buscar por estas informações. Sendo assim vemos que a ufologia esta num caminho completamente errado tentando se fincar num dos fenômenos mais complexos e fraudados desta temática, friso, existem casos onde estes desenhos teriam sido impossíveis de serem feitos por humanos, porém Ademar Gevaerd não poderia ter usado tal fenômeno como carro chefe do debate por ser o mais complexo e de respostas zero até o momento.
Ficou evidente o lado omisso da ciência em refutar fatos contundentes e no meu ver, por puro medo de se envolver numa temática ridicularizada, tratada com descaso, 100% por culpa da própria Ufologia quem de muito vem despreparada, vivendo de "acreditar" e de quase nada de certeza, quando salvador diz que relatos não são evidências ele se contra diz, pois em qualquer investigação de qualquer área, o relato é algo primordial, seja ele de gente gabaritada, seja ele de gente simples, é nele que vamos buscar os elementos para as provas, é nele que podemos começar a interpretar e descartar algo conhecido de algo ainda não conhecido, quando o blogueiro afirma que o pico de avistamentos nos anos 90 estaria ligado a exibição de Arquivo X em 1993, dizendo ser uma sugerencia psicológica, ele se engana profundamente, pois a grande massa não assistia Arquivo X e como explicar uma época ainda que não tinhamos internet, pessoas simples das regiões norte e nordeste, algumas não possuindo nem tv, terem sido influenciadas? muitas destas pessoas simples deram seus relatos e alguns se encontram em poder da força aérea, não podemos usar o fator psicológico para negar o fenômeno. Foi muito importante Salvador ter dito que deixa em aberto a possibilidade que civilizações possam vir á Terra, que possam ter vencido barreiras cientificas para isso e usa-nos como comparação expondo nossas escalas evolutivas. Gevaerd infelizmente não questionou quando Salvador falou em provas materiais, citando que a ufologia ao menos conseguiu um parafuso de um disco voador, há casos de coletas de materiais que foram enviado à laboratórios, sendo excluído de qualquer elemento conhecido pela química, não expôs o trabalho do de uma das maiores eminências da psiquiatria da universidade de Harvard, o falecido John Edward Mack(1929-2004) conceituado médico que mereceu o prêmio Pulitzer de 1994 e constituiu um marco na ufologia relacionado as abduções tida como invencionices, estando presente no caso Varginha fazendo uma analise nas garotas que teriam visto a criatura, caso exposto no debate como sendo falso. Por outro lado Gevaerd colocou o trabalho de algumas instituições acadêmicas, algumas ligadas a governos e instituições militares de pesquisas de fenômenos anômalos espaciais, que buscam por respostas e trabalham guiando-se por métodos científicos. Os casos Operação Prato e Noite oficial dos Discos Voadores também foi pauta no debate sendo tratado com seriedade por parte do jornalista científico, que até hoje não encontra respostas dentro da ciência para fatos ocorridos em ambos casos e já de conhecimento de todos. A Ufologia tem seus méritos e não são poucos como a liberação de documentos, muitos divulgados antes da abertura ufológica do governo e força aérea. O que fica de lição é que a Ufologia ainda tem muito a aprender, infelizmente o Gevaerd se galgou num fenômeno ainda muito mal conhecido, fraudado onde pouquíssimos corresponderiam de fato com algo anormal, deixando de percorrer por outros pontos muito mais importantes dentro desta temática, a ciência se mostrou fechada em alguns quesitos, porém equilibrada, sóbria. A Ufologia deve se preparar se quiser a ajuda da ciência que infelizmente tem medo que muitas de suas teses e teorias venham abaixo. (Terry Wilson)

Abaixo um outro texto escrito por mim e publicado em Ufos Wilson em 01/08/15 que cabe muito bem ao que foi dito:

Tenho disponibilizado neste blog, muitas vídeo aulas de astronomia geral no sentido de informar, explicar e alfabetizar o mínimo possível as pessoas para que tenham algum conhecimento na hora de discernir fenômenos naturais conhecidos pela ciência e não por leigos de fenômenos não naturais, ignorados infelizmente pela ciência específica ou como um todo, o fenômeno Ufo. Não há mais como negar tal fenômeno, porém somente 5% dele pode ser caracterizado como não identificável, é terrível vermos uma inundação de blogs de verdadeiros lunáticos expondo drones, sim!!! drones que viraram febre, que podem ser consumidos por menos de 200 reais, serem taxados como naves ou sondas extraterrestres (objeto podendo ter desde o tamanho de uma bolinha de gude até 2 m de diâmetro), como o lamentável fato ocorrido com o drone do jornal paulista "Folha de São Paulo", onde ditos entendidos do tema o taxaram ser uma sonda extraterrestre(pequenas esferas de luz que podem ter desde o tamanho de uma bola de gude até 2 m de diâmetro), nem se deram ao fato de usarem o termo O.V.N.I (OBJETO VOADOR NÃO IDENTIFICADO). Até que o identifiquemos, uma sacolinha de supermercado elevada por uma térmica (http://www.niteroiparapentes.com.br/meteorologia_termicas_ciro.html) estando a altura significativa poderá ser para muitos um ovni, um balão solar, uma sonda meteorológica etc. Daí a instrução que a Ufologia teria que se preocupar, pois como podemos querer ser levados a sério se não sabemos identificar uma pipa com luz led de algo não explicável? Muitos casos são presenciados por testemunhas qualificadas, como pilotos comerciais e militares, pessoas ligadas a ciência como astronautas que ao menos não souberam explicar o que haviam presenciado. O mais importante é que hoje não se pode alegar a confusão por parte destes com a velha desculpa dada pelos céticos quando usam o planeta Vênus como equívoco, existem dispositivos onlines tanto para identificar a posição de planetas como também de satélites e aeronaves, isso a nível de internet onde qualquer um pode acessar e aqui falamos de pilotos e astronautas, por outro lado temos as testemunhas simples, leigas como moradores das regiões norte e nordeste do Brasil, onde sua única preocupação são a caça para o consumo de sua família, alguns não possuindo nem sequer energia elétrica em suas casas, relatam fatos que não se enquadram em nada que conhecemos, como meteoritos, fenômenos atmosféricos, ou até mesmo drones, são pessoas que dizem ter sido seguidas e acuadas por tais objetos que pareciam ter uma inteligência que os guiava, são casos que apesar destas pessoas serem pobres cientificamente, não podem ser amassados e jogados no lixo, até pelo fato da honestidade e caráter destas pessoas . Infelizmente um cientista recogitaria e o enquadraria num determinado fenômeno químico (combustão gerada por gases), atmosférico ou astronômico. O que não dizer das complexas abduções que deixam sinais físicos e psíquicos, que são verdadeiros tabus tratados pela psicologia como síndromes pós traumáticas decorrente até de abusos sexuais ou da mais íntima loucura, porém que já foram pesquisadas de forma acadêmica pelo falecido e eminente Dr. John E. Mack, professor de psiquiatria da Universidade de Harvard que em suas investigações chegou a conclusão que alguns abduzidos não eram loucos, que estavam relatando fatos verdadeiros.
A ciência por sua vez peca em pontos primários, quando usa nossa atual evolução como parâmetro limitativo para taxar de impossível que supostas civilizações possam ter vencido as imensuráveis e infinitas distâncias se utilizando de atalhos, como os famosos e debatidos buracos de minhocas e porque não dizer, os buracos negros ou outra hipótese desconhecida. Uma foto ou um vídeo analisados e livres de fraudes, seria sim uma evidência, se passarmos no sinal de trânsito e formos fotografados pelo radar, isso se torna uma evidência, porém a foto de tal fenômeno é rechazada, fenômenos tidos como a manifestação de deuses hoje são explicados a luz da ciência, porque foram exaustivamente investigados e analisados por longo período de tempo, da mesma forma haveria de ser com os N.I. (NÃO IDENTIFICADOS). Somos seres sugestionáveis e por não entendermos determinados fatos acabamos por deturpar os mesmos, porém não podemos usar a psicologia para explicar estes fenômenos no ponto de vista patológico, com raras exceções, os profissionais da área foram moldados por esta psicologia atrasada, materialista e falha em muitos dos seus pontos, que se utiliza de métodos empoeirados e condicionados, pois têm medo que tudo que construíram com o decorrer de décadas e mais décadas, venha abaixo. Nunca na história da humanidade se verificou um fenômeno tão complexo quanto ao dos Ovnis, mas temos que buscar conscientizar, formar ainda que de forma amadora, pessoas que possam ser racionais e separarem o joio do trigo. O que não dá é para vermos tanta lama e lodo sendo jogadas às novas gerações que se interessam e estão entrando neste campo tão enigmático quanto aos ovnis. Ainda somos seres imaturos e primitivos, temos um longo caminho e quem sabe, nem o terminaremos. Ainda que dentro de tudo isso devemos banir a palavra "impossível", hajamos de forma racional, este é o recado que deixo às atuais gerações que pesquisam o Fenômeno Ufo e aos futuros iniciantes.


Eis o debate:



FONTE: Textos Terry Wilson/Programa TV Folha/Canal Youtube Marcelo Tini

Comentários

  1. Antes de tudo, desejo a ti um excelente natal!!
    Em relação ao que nos coloca, concordo contigo também. Na verdade, sinto um grande pesar pela maneira que limitam a análise dos estudos evolutivos, tornando-a um modo repressor de se entender a amplitude do universo; pois tal lógica permite, por outro lado, que alcancemos com muita tranquilidade o entendimento acerca da vida fora da terra e em outras orbes.
    Um grande abraço e sorte para 2016!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato, a vc também um excelente 2016, esta é a grande problemática tanto da ciência quanto da Ufologia, porém a ufologia anda em muito maus lençóis!

      Excluir
  2. Nossa! que cara arrogante, chato, Salvador Nogueira, não deixa ninguém falar! não consegui assistir! cada analogia....

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…