Pular para o conteúdo principal

Nossa singela homenagem a Christopher Lee


O ator Christopher Lee (Foto: Wikimedia)

O lendário ator britânico Christopher Lee, famoso por interpretar Drácula e o maligno Saruman em "O senhor dos anéis" e em "O Hobbit", morreu no domingo (7), aos 93 anos, informa nesta quinta-feira (11) o jornal "The Telegraph".

De acordo com a publicação, ele estava internado havia três semanas em um hospital de Londres, na Inglaterra, para se tratar de insuficiência cardíaca e respiratória. O "Telegraph" diz ainda que a esposa de Lee optou por adiar o anúncio da morte porque queria, antes, avisar os familiares.
O agente de Lee disse, em comunicado, que a família "não deseja fazer comentários".
Christopher Lee nasceu em Londres em 27 de maio de 1922. Seus primeiros trabalhos como ator são dos anos 1940, mas foi na década seguinte que ele se tornou uma estrela.
Do período, destacam-se "A maldição de Frankenstein" (1957), o seu Drácula em "O vampiro da noite" (1958) e "A múmia" (1959). Com a popular produtora britânica Hammer Film Productions, especializada em longas de terror, repetiu o papel de Drácula em filmes lançados nos anos 1960 e 1970.

'Sou mais que um vilão'
A imagem de vilão, contudo, parecia incomodá-lo. "Por favor, não me descrevam como uma 'lenda do horror'. Eu deixei isso para trás", afirmou em entrevista ao "Telegraph".
Outro papel marcante foi o do vilão Scaramanga em "007 contra o homem com a pistola de ouro" (1974). Curiosamente, Lee era primo de Ian Fleming, escritor que criou James Bond.
Nos últimos 15 anos, Christopher Lee foi apresentado a uma nova geração de fãs. Além de trabalhar em "O senhor dos anéis", apareceu em outra franquia que está entre as mais populares da história do cinema: "Guerra nas estrelas" ("Star wars", no original), como Conde Dookan.
Trabalhou ainda em filmes do cultuado cineasta americano Tim Burton, como "A lenda do cavaleiro sem cabeça" (1999), o remake de "A fantástica fábrica de chocolate" (2005), na pele do pai de Johnny Depp, e "Sombras da noite" (2012).

Conhecido por sua voz muito marcante, Lee também dublou inúmeros filmes, inclusive de Tiim Burton. Deu voz a personagens de "A noiva cadáver" (2005) e "Alice no país das maravilhas" (2010), entre outros.

Atuou na 2ª Guerra
Em 2001, Christopher Lee foi nomeado Comandante da Ordem do Império Britânico por seus serviços como ator. Em 2009, foi nomeado Cavaleiro por seus serviços como ator e filantropo.

Em 2011, ao receber um prêmio pelo conjunto da obra no Bafta, considerado o Oscar britânico, declarou que jamais se aposentaria.
"Eu odeio ser um ídolo. Como dizia o querido [ator] Boris [Karloff], não vou pendurar as chuteiras até morrer", declarou na ocasião.

Christopher Lee também atuou da divisão de operações especiais da Grã-Bretanha na 2ª Guerra Mundial.

"Eu fiz parte do Serviço Aéreo Especial [SAS, na sigla original], mas nós somos proibidos – seja no passado, no presente ou no futuro – de falar sobre quaisquer operações específicas. Vamos dizer apenas que eu estava nas Forças Especiais e deixar por isso mesmo", lembrou certa vez.

Christopher Lee deixa a esposa, Birgit, conhecida como Gitte, com quem era casado desde 1961, e uma filha, Christina.

Fã de heavy metal
Ao longo da carreira, Christopher Lee explorou seu lado cantor e lançou discos, EPs e singles. Gostava muito de heavy metal.
O mais recente trabalho foi o EP "Metal knight", lançado em 2014. "Associo o heavy metal à fantasia pelo tremendo poder que transmite", explicou em um comunicado na época do lançamento.
"Metal knight" tinha quatro canções e três versões alternativas das mesmas. Duas delas eram originais do musical "O homem de La Mancha": "I, Don Quijote" e "The impossible dream". "Don Quixote é o personagem de ficção mais heavy metal que conheço", explicou Lee.

As outras faixas eram "The Toreador March", da ópera "Carmen", de George Bizet, e "My way", popularizada por Frank Sinatra.

Em dezembro de 2013, Lee havia se tornado o intérprete mais idoso com uma canção nas paradas dos Estados Unidos. A música se chamava "Jingle hell", espécie de paródia da natalina "Jingle bells".

Nossa Homenagem a Christopher Lee


Filme relíquia da Ufologia: Starship Invasions

Filme de produção canadense produzido no ano de 1977, com a participação de grandes nomes do cinema como Christopher Lee como extraterresre Ramsés e Robert Vaughn como ufologo e astrônomo. Ele conta a migração de seres semelhantes a humanos onde seu planeta esta na iminência de ser destruído por uma super nova, Ramsés está liderando uma pequena força de discos voadores para a Terra para examinar a sua aptidão para a sua raça. Performance de várias abduções alienígenas , eles descobrem que são descendentes de seres humanos transplantados e que o planeta é perfeito para eles. Eles planejam abrir caminho para si, depois de matar todos, através da utilização de um dispositivo cujos sinais alertam as pessoas a cometerem suicídio.

Opondo-se a tal plano, a Intergalactic Liga das raças, um grupo altamente avançado de carecas, alienígenas de cabeça grande de Zeta Reticuli, que opera uma base de observação escondida na Terra sob a forma de uma pirâmide de ouro nas profundezas do oceano. No início ele faz uma alusão ao caso Vilas Boas onde um agricultor é abduzido e tem um contato sexual com uma extraterrestre, infelizmente o filme se encontra legendado em espanhol, porém em seu âmbito técnico, apresenta a ufologia de forma muito coerente.




FONTE: G1/UFOS WILSON

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…