Pular para o conteúdo principal

Cientista propõe transmitir a internet para civilizações alienígenas


Antenas do programa SETI, desenvolvidas para captar sinais, mas não para enviar - DIVULGAÇÃO/SETI

O programa Search for Extraterrestrial Intelligence (SETI) opera desde a década de 1960 com imensas antenas que rastreiam o cosmo em busca de sinais de vida alienígena inteligente. Agora, cientistas debatem a possibilidade de engajar a procura ativa, batizada como Messages to Extraterrestrial Intelligence (METI), que consiste no envio de mensagens ao espaço. A proposta é controversa, já que poderia indicar a localização do nosso planeta para civilizações hostis, mas alguns, como o astrônomo Seth Shostak, diretor do programa SETI, defendem até mesmo a transmissão dos conteúdos da internet.

Entre os opositores a essa abordagem está o físico Stephen Hawking. Em sua opinião, os humanos deveriam se manter em silêncio, porque as mensagens poderiam atrair ao nosso planeta forças hostis em busca de recursos.

— Se alienígenas nos visitarem, o resultado poderá ser o mesmo de quando Colombo desembarcou na América, o que não foi bom para os nativos — afirmou Hawking, ao falar sobre o tema em 2010.

Em longo artigo publicado no “New York Times”, Shostak tenta desconstruir esse temor. Segundo ele, enviar uma mensagem ao espaço seria como lançar uma garrafa com uma carta no oceano, algo que há alguns anos não seria tão controverso, mas que nos últimos dois anos se tornou uma preocupação real, pois “astrônomos descobriram dezenas de bilhões de planetas que poderiam abrigar vida em nossa galáxia. Consequentemente, acreditar que apenas a Terra teria desenvolvido inteligência é insistir que o nosso mundo seria palco de um milagre”.

Shostak relembra tentativas já feitas pela humanidade de enviar mensagens a seres de outros planetas. Na era vitoriana, cientistas usavam lanternas e incendiavam barris de óleo para tentar contatar marcianos. Nos anos 1970, a Nasa colocou mensagens nas espaçonaves Pioneer e Voyager, com informações sobre como os humanos eram e a localização da Terra. Já em 1974, um pictograma codificado foi transmitido para o espaço usando uma antena em Arecibo, Porto Rico.

Em iniciativas mais recentes, cientistas da Nasa fizeram em 2008 transmissões de rádio com músicas dos Beatles em direção à estrela Polaris, a 431 anos-luz de distância. No mesmo ano, mensagens publicitárias de Doritos foram enviadas na direção da constelação Ursa Maior.

— Quando a maioria das pessoas acreditava que alienígenas existiam apenas em Hollywood, a natureza idiossincrática dessas mensagens poderia ser facilmente descartada. Mas se a companhia cósmica é uma possibilidade legítima, não deveríamos oferecer algo mais edificante que músicas populares ou salgadinhos? — afirmou Shostak.

Nesse sentido, Shostak, que defende a busca ativa por vida extraterrestre, propõe o envio de informações mais completas sobre a humanidade, como a internet.


- Os extraterrestres inteligentes devem estar ao menos a dezenas de anos-luz de distância. Mesmo admitindo que a busca ativa provoque uma resposta, não seria uma conversa normal. O simples vai e vem das trocas levaria décadas. Isso sugere que nós devemos abandonar o formato “cartão de visitas” de sinalizações anteriores, e oferecer Big Data aos alienígenas — afirmou Shostak. — Por exemplo, nós poderíamos transmitir os conteúdos da internet. Um corpo tão grande, com seus textos, imagens, vídeos e sons, permitira que extraterrestres inteligentes pudessem decifrar muito sobre a nossa sociedade, e até formular questões que poderiam ser respondidas com o material em mãos. Um laser potente, que transmita os bits como uma fibra ótica, poderia lançar esses dados em poucos dias.

Contra os temerosos do envio dessas informações, Shostak argumenta que qualquer civilização extraterrestre que seja avançada o suficiente para nos ameaçar certamente possui antenas mais potentes que as nossas, instrumentos capazes de captar sinais de rádio e TV transmitidos pelo planeta desde a Segunda Guerra Mundial.

— Nós já estamos gritando na floresta, apesar de usarmos volume menor que um sinal deliberado. Mas as criaturas perigosas podem ter bons ouvidos — afirmou Shostak.

FONTE: http://oglobo.globo.com/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…