Pular para o conteúdo principal

Aterrissagem ocorreu na Espanha em 1981


Seres artificiais como robôs aparecem raramente em casos ufológicos, como na Espanha em 1981

Testemunhas viram o pouso de um UFO e o que parecia um robô, que se aproximou de sua casa; evidências físicas foram encontradas

Em 13 de janeiro de 1981, uma família experimentou um insólito contato imediato de terceiro grau em Fuentecén, cidade a 135 km de Madri. Luis Dominguez e sua esposa possuíam um bar, onde haviam encerrado expediente de madrugada. Ao redor de 04h30, Dominguez observou duas luzes vermelhas a cerca de 150 m de distância. Ele, que estava saindo de casa, aproximou-se pensando serem as luzes de um carro, contudo, as luzes subitamente subiram pelo ar, para depois descer novamente.

Dominguez narra o acontecido: "Retornei para casa, e eu e minha esposa ficamos com as luzes apagadas observando aquela coisa pela janela. Tivemos a impressão de que o objeto girava, e não conseguimos dizer se era sólido. Pedi a minha esposa que buscasse nosso filho, pois queria que visse aquilo também". A testemunha diz que o UFO fazia movimentos para frente e para trás, e também para os lados, e em determinado momento liberou o que pareceu um foguete, iluminando toda a área como se fosse dia. dominguez prossegue: "Observamos isso por meia hora, e depois que o veículo tocou o solo, ouvimos passos. Em seguida vimos o que poderíamos chamar de robô, com formato quadrado, cerca de um metro e quarenta de altura e sessenta centímetros de largura. Não conseguíamos ver se tinha braços ou cabeça."

Luis prossegue: "O robô tinha uma aparência metálica. Ele ficou próximo de nossa cerca, a um metro da casa, e tínhamos um cachorro que latia o tempo todo. O robô estava imitando o latido, mas de forma mais lenta. Assistíamos a tudo pela janela da cozinha, e eu fui para a janela do banheiro, onde conseguia ver melhor. Vi o robô em detalhes e senti medo. Depois decidi fazer algo a respeito, apanhei uma faca de caça e saí. O robô havia desaparecido, e o veículo decolou, flutuando atrás de árvores que existiam a direita de nossa casa. O veículo fazia um ruído estranho, como aquele de alta tensão. Creio que observamos o robô por vinte minutos, e depois de observá-lo pela janela do banheiro pude ter certeza que não tinha mesmo cabeça ou braços, somente esse corpo quadrado. Depois a nave decolou e dirigiu flashes de luzes para nossa casa".

MARCAS NO SOLO

Luis Dominguez conta que depois disso o UFO foi embora, e em seguida encontraram, no ponto em que havia estacionado, áreasd do solo e da grama queimadas. Além disso havia buracos, e marcas semelhantes ao formato de uma meia lua. Nos dias subsequentes repórteres do jornal Pueblo visitaram a propriedade, constatanto que as marcas de queimaduras no solo não pareciam produzidas por fogo, mas por uma poderosa fonte de calor. Além disso foram encontrados três buracos circulares, de trinta centímetros de largura e dois de profundidade, a uma distância de um metro e meio entre eles. Anos depois o autor J. J. Benítez visitou Luis Dominguez e publicou uma entrevista com ele em seu livro A Quinta Coluna, no início dos anos 90, onde a testemunha descreveu novamente seu contato imediato.

FONTE: REVISTA UFO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…