Pular para o conteúdo principal

Gigantesca bola de fogo explode sobre o litoral de São Paulo



O objeto rasgou o litoral acima da cidade de Caraguatatuba e foi registrado por câmeras da Bramon, a Rede Brasileira de Observadores de Meteoros. De acordo com os pesquisadores, o bólido atingiu magnitude de -4.7 e entrou na atmosfera a 15 mil km/h.

O evento ocorreu na manhã de quarta-feira (12/fev) às 05h50 pelo horário de Brasília e foi primeiramente detectado pela câmera allsky instalada em São Sebastião, no litoral paulista e alguns segundos depois pela câmera localizada na cidade de Mogi das Cruzes, na região metropolitana de SP.

Ainda não há registro de algum fragmento remanescente, mas de acordo com o pesquisador Carlos Augusto de Pietro, ligado à Bramon, antes de penetrar na alta atmosfera a rocha tinha aproximadamente 25 quilos de massa e densidade similar a de um condrito carbonáceo CM, mas muito poroso.

Os condritos carbonáceos apresentam elevado teor de carbono, normalmente na forma de grafite, além de carbonatos e compostos orgânicos, incluindo aminoácidos. Também podem conter água e minerais alterados pela água. Rochas desse tipo podem ter sido formadas no Sistema Solar exterior.

O mapa com a trajetória mostra que o objeto praticamente cortou a cidade de Caraguatatuba em paralelo à Rodovia Rio-Santos e provavelmente caiu no oceano caso tenha sobrevivido à entrada na atmosfera. Segundo Pietro, a determinação de seu corpo parental (o objeto que deu origem à rocha) ainda está em processo de análise e será divulgada em breve.

BRAMON
A Rede Brasileira de Observadores de Meteoros, BRAMON, é uma iniciativa do pesquisador e astrônomo amador André Moutinho e tem entre seus objetivos a detecção e determinação de possíveis elipses de dispersão de meteoritos.

A insitutição não recebe qualquer verba governamental e todos os custos são provenientes da colaboração dos seus membros.

A rede conta atualmente com quatro estações de detecção automatizadas e sincronizadas entre si, o que permite a triangulação dos meteoros. No último mês a rede detectou seis bolas de fogo e calculou 57 trajetórias de meteoros sobre o território brasileiro.

Recentemente, a BRAMON deu uma forte alavancada na instalação de câmeras graças ao trabalho do pesquisador Eduardo Plácido Santiago, que de forma bastante determinada tem ajudado aos interessados a montar as próprias estações de monitoramento.

Dessa forma, a BRAMON espera que o número de câmeras no território nacional cresça ainda mais, possibilitando monitorar de forma cada vez mais eficiente as bolas de fogo que cruzam diariamente o Brasil, mas que não são detectadas por falta de câmeras de monitoramento.




FONTE: SITE APOLO11

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…