Pular para o conteúdo principal

Um gel inspirado em um organismo unicelular pode criar robôs que se movem como humanos



Já conseguimos criar robôs eficientes para trabalhos em fábricas e situações de emergência, mas essas máquinas pesadas e grandes sofrem com sérias limitações de movimentação. Mas e se os androides do futuro se mexerem assim como seres humanos?

Pesquisadores da Universidade de Pittsburgh, nos EUA, criaram um polímero em gel que imita o euglena mutabilis, um organismo unicelular que usa energia para mudar sua forma autonomamente e assim conseguir se mover. Esse gel é um sinal de que criações sintéticas também podem se mover da forma como fazem vidas orgânicas, mesmo sem músculos para expandir e contrair.

Isso pode nos levar a uma material que transformaria um desengonçado C3PO em um humanoide perfeito.

O euglena “oferece inspiração para nosso trabalho devido à sua movimentação elegante”, explicou a doutora Anna Balasz, coautora do estudo que foi publicado na Scientific Reports na semana passada.

O polímero em gel pode se tornar uma peça fundamental nos robôs do futuro. Ele não apenas melhora a movimentação, mas também pode deixar as máquinas mais leves ao substituir metais pesados por outros materiais. Esse tipo de gel pode ser o primeiro passo para o desenvolvimento de um material biomimético — aquele criado pelo homem e que tenta imitar características encontradas na natureza.

Para imitar a mobilidade encontrada no euglena, a equipe usou dois polímeros em gel — um que reage à luz e se move autonomamente, e outro que pulsa energia na ausência de estímulos externos. Quando esses dois géis foram combinados, e expostos à luz no lugar certo, eles se moveram. Os pesquisadores conseguiram até fazer eles se moverem em padrões específicos.

Além de inspirar movimentos parecidos com os de humanos, a imitação do euglena pode solucionar outro problema com robôs: o fato deles não conseguirem armazenar a própria energia. O gel pode ajudar no desenvolvimento de robôs que geram a própria energia interna usando propulsão auto-sustentada. Isso ainda pode estar distante, no entanto — o objetivo inicial é a criação de robôs em pequena escala para carregar reações químicas a nível microscópico.

A energia auto-gerada pelo euglena já ganhou bastante atenção no Japão para aplicações que vão além da robótica. Pesquisadores japoneses estão explorando a natureza densa em nutrientes do organismo (ela tem 59 variedades de nutrientes) e seus poderes fotossintéticos, que produzem biocombustível que pode ser usado em jatos.

“Ele colhe luz para permitir seu funcionamento,” explica Balazs. “Em particular, ele contém cloroplastos, e pode usar luz para gerar sua energia. Assim, está entre um animal e uma planta.” Então não apenas ele se move autonomamente como um animal, mas também faz fotossíntese (gerando energia) como uma planta.

FONTE: http://gizmodo.uol.com.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…