Pular para o conteúdo principal

Misteriosa pluma marciana confunde cientistas


Observações de uma característica misteriosa parecida com uma pluma (marcada com a seta amarela) no limbo do Planeta Vermelho no dia 20 de Março de 2012. A observação foi feita pelo astrônomo W. Jaeschke. A imagem mostra o pólo norte em baixo e o pólo sul no topo.

Plumas vistas a alcançar grandes altitudes acima da superfície de Marte estão a causar um alvoroço entre os cientistas que estudam a atmosfera do Planeta Vermelho.

Em duas ocasiões separadas em março e abril de 2012, astrônomos amadores relataram características parecidas com plumas que se desenvolviam no planeta.

As plumas foram vistas chegando a altitudes de mais de 250 km acima da mesma região de Marte em ambas as ocasiões. Em comparação, características semelhantes vistas no passado não ultrapassaram os 100 km.

"A cerca de 250 km, a divisão entre a atmosfera e o espaço exterior é muito fina, portanto as plumas relatadas são extremamente inesperadas," afirma Agustin Sanchez-Lavega da Universidade do País Basco, Espanha, autor principal do artigo que explica os resultados e publicado na revista Nature.

As características desenvolveram-se em menos de 10 horas, cobrindo uma área de até 1000 x 500 km e permaneceram visíveis durante cerca de 10 dias, mudando a estrutura de dia para dia.



Nenhuma das sondas em órbita de Marte viu as características devido às geometrias de observação e condições de iluminação na altura.

No entanto, quando verificaram imagens de arquivo do Telescópio Espacial Hubble obtidas entre 1995 e 1999 e bases de dados de imagens amadoras entre 2001 e 2014, descobriram nuvens ocasionais no limbo de Marte, embora normalmente só até 100 km de altitude.

Mas um conjunto de imagens do Hubble obtidas a 17 de Maio de 1997 revelaram uma pluma anormalmente alta, semelhante ao observado por astrônomos amadores em 2012.

Os cientistas estão agora a trabalhar para determinar a natureza e causa das plumas usando dados do Hubble em combinação com imagens capturadas por amadores.

"Uma ideia que discutimos é que as características são provocadas por uma nuvem refletiva de água gelada, dióxido de carbono gelado ou partículas de poeira, mas isso exigiria desvios excecionais dos modelos de circulação atmosférica para explicar a formação de nuvens em altitudes tão elevadas," afirma Agustin.

"Outra ideia é que estão relacionadas com emissões aurorais e de facto já foram observadas auroras nestes locais, ligadas a uma região conhecida à superfície onde existe uma grande anomalia no campo magnético da crosta," explica Antonio Garcia Munoz, investigador do ESTEC (European Space Research and Technology Centre) da ESA e coautor do estudo.

Ainda não se sabe a natureza e origem destas plumas marcianas de alta altitude. Mas os cientistas vão conseguir reunir mais informações após a chegada da TGO (ExoMars Trace Gas Orbiter) a Marte, com lançamento previsto para 2016.

FONTE: ASTRONOMIA ONLINE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…