Pular para o conteúdo principal

Cientistas querem enviar mensagens a mundos alienígenas


Os principais astrônomos dos EUA estão considerando planos de proceder a envio de mensagens sobre a Terra para centenas de sistemas de estrelas que possam ter planetas potencialmente habitáveis, segundo dá a conhecer o Instituto de Busca de Inteligência Extraterrestre (SETI, na sigla em inglês), com sede na Califórnia.

"Pode haver muitas civilizações lá fora, mas se elas todas apenas escutam e nenhuma emite sinais de rádio, então nada vai acontecer", disse ao Sunday Times o astrofísico e chefe executivo do SETI, David Black.
A ideia consiste em transmitir regularmente mensagens através de radiotelescópios. As mensagens deveriam conter informações suficientemente detalhadas sobre o gênero humano. Uma das opções prevê enviar todo o banco de dados da Wikipédia.



A elaboração de tal mensagem é uma tarefa bastante árdua e os cientistas ainda não decidiram como realizá-la. "Uma questão é… se decidirmos prosseguir, que tipo de mensagem deveríamos enviar? Deveria ser uma obra de alguns cientistas ou deveria envolver o mundo inteiro, quiçá, através da Internet?", raciocina Black.
Se o projeto for aprovado, as mensagens terão um alcance de até 20 anos-luz da Terra. A nova iniciativa está agendada para ser debatida na assembleia anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência (American Association of Advancing Science), convocada para a próxima semana.
Apesar de o projeto gozar de um amplo apoio, alguns cientistas proeminentes, incluindo Stephen Hawking, criticaram a ideia de convidar representantes da vida alienígena à Terra.
"Se os extraterrestres nos visitarem, a repercussão poderia ser muito mais grave do que o desembarque de Colombo produziu na América, sem trazer muitos benefícios para os nativos americanos", afirmou ele em um documentário de 2010.



Em 2011, a Divisão de Ciência Planetária da NASA divulgou um relatório intitulado "Será benéfico ou nocivo para a Humanidade o contato com extraterrestres? Uma análise de cenário", cujos autores apresentaram possíveis desenlaces se a Terra for realmente descoberta por alienígenas. Foram analisados os três possíveis cenários: o benéfico, o neutro e o ruim.
De acordo com o cenário pessimista, se os extraterrestres vierem alguma vez ao nosso planeta, os seres humanos estarão em perigo de ser simplesmente destruídos, além de enfrentar os riscos de contrair doenças desconhecidas, ser escravizados ou comidos.
Os autores do relatório pediram para ter cautela ao enviar para o espaço sinais sobre a Terra, especialmente aqueles que tenham a ver com danos ambientais existentes no planeta e com a organização biológica do ser humano.
Já há mais de trinta anos que o SETI vem tentando detectar rastros da existência de vidas extraterrestres, monitorando "sinais eletromagnéticos que possam ser indicativos de uma vida inteligente". As raízes do instituto remontam a 1959, quando Cocconi e Morrison publicaram na revista Nature o seu artigo intitulado "Procurando por comunicações interestelares".



"Durante meio século, o SETI vem procurando por algo que nós mesmos não produzimos: transmissões deliberadas dirigidas a mundos distantes", disse Douglas Vakoch, diretor de Composição da Mensagem Interstelar do SETI.
Ainda em 1974, o radiotelescópio de Arecibo, Puerto Rico, foi usado para enviar uma mensagem dirigida aos cantos mais longínquos do Universo. A mensagem continha apenas uma imagem simples e foi direcionada para o aglomerado globular estelar M13, sito a uns 21.000 anos-luz de distância.

FONTE: http://br.sputniknews.com/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…