Pular para o conteúdo principal

Por que o governo francês tem uma equipe de investigadores de ovnis?



Milhares de avistamentos de OVNIs são reportados todos os anos, mas não são muitos os países que estão dispostos a despender dinheiro para investigá-los; e na Europa só sobrou uma equipe dedicada à essa tarefa. Será que França sabe de algo?
Você não precisa de uma máquina do tempo quando visitar o quartel general do Centro Espacial Francês, em Toulouse; ele já é um retorno à década de 1970. Gramados ao longo de amplas avenidas com pesados blocos de escritórios longos e retangulares em cada lado. É quase como um estilo soviético no coração da sul da França. Há alguns poucos sinais de vida, embora 1.500 pessoas, a maioria delas civis, trabalham em escritórios pequenos ao longo de corredores estreitos e pouco atraentes.
A França possui a maior agência espacial na Europa – resultado da corrida espacial da década de 1960 e da grande determinação do Presidente Charles de Gaulle em manter a França independente dos EUA na construção de seus próprios satélites, lançadores de foguetes e no fornecimento de pesquisas espaciais.
Como produto disso tudo, a França é o único país na Europa a manter um departamento governamental de investigação de OVNIs em tempo integral. Havia um no Reino Unido e outro na Dinamarca, mas eles fecharam há alguns anos, devido as medidas de economia orçamentária.
A unidade francesa consiste em quatro membros, e aproximadamente uma dúzia de voluntários que têm suas despesas pagas para locomoção até os locais dos avistamentos.


Um desenho encontrado nos arquivos do Departamento de OVNIs da França.

A equipe é chamada de Geipan. Esta são as inicias em francês para Grupo de Estudo e Informação sobre Fenômenos Aeroespaciais Não Identificados.
O chefe da equipe é Xavier Passot. Cercado de dezenas de livros sobre OVNIs, e pilhas de documentos, ele diz que sua missão é ser transparente o máximo possível sobre os avistamentos estranhos e pesquisar cada um deles.
Eles publicam os resultados das investigações em seu site, que gera aproximadamente 30.000 visitas a cada mês. A equipe recebe, em média, dois avistamentos de OVNIs por dia. O departamento insiste que um formulário de 11 páginas seja preenchido para cada avistamento. A ideia é a de fornecer detalhes, inclusive fotos quando for possível, e também peneirar as piadas e desperdiçadores de tempo.
Se alguém alegar ter visto luzes estranhas nos céus, a equipe OVNI poderá ir online para ver se a observação ocorreu numa trajetória de voo – ela pode rastrear o tráfego aéreo comercial em até mais de uma semana atrás.
A equipe também tem acesso às rotas de voo militar e está sempre em contato com a força aérea e os controladores de tráfego aéreo.
Alguma vezes, se a equipe estiver realmente intrigada pelas fotos que lhes foram enviadas, ou se houver várias testemunhas para o mesmo avistamento, eles entrarão em contato com a polícia local para perguntar se as testemunhas podem ser consideradas confiáveis.
Eles até mesmo conferem com os vizinhos para ver se as pessoas estiveram bebendo aquela noite, ou talvez fumando algo a mais do que simples cigarros.
Passot diz que muitas pessoas que entram em contato são pessoas que estão fumando do lado de fora dos bares , ou estão nos quintais de suas próprias casas à noite apreciando as estrelas.
Um dos apertados escritórios abriga arquivos amarelados da década de 1950. Os papeis que olhei continham relatos estranhos de estranhas coisas encontradas nos céus por pilotos militares em rota para missões de reconhecimento.


Croquis de um OVNI visto próximo a Aucamville.

Para aqueles que suspeitam da existência de conspiração, Passot me disse que nunca acobertou um avistamento de OVNI.
Eu vi algumas fotos espetaculares de estranhas luzes e formas circulares capturadas por câmeras. Uma delas, tirada por um motorista, de um anel sobre Marseille é particularmente interessante (a imagem no topo desta página). Porém, a equipe descobriu que não eram invasores de Marte, mas somente reflexos de uma pequena luz interior do automóvel no para-brisas.
De fato, o departamento pode explicar quase todos estes fenômenos e, acredite ou não, o culpado mais comum são as lanternas chinesas (balões) liberadas à noite durante celebrações. Os investigadores muitas vezes telefonam para a prefeitura local para perguntar se talvez houve um casamento aquela noite na localidade.
Balões e pipas flutuando nos céus também são confundidos por naves alienígenas, e lixo espacial e meteoros emitindo luzes estranhas são mais comuns do que se imagina.
Contudo, há aproximadamente 400 avistamentos de OVNIs desde a década de 1970 que a equipe francesa não pode explicar. Um deles, o alegado pouso de um disco voador próximo a Aix-en-Provence, em 1981, eles levam muito a sério. Haviam marcas de pouso e múltiplas testemunhas…


http://www.cnes-geipan.fr/


FONTE: BBC.COM

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…