Pular para o conteúdo principal

Inflação cósmica balança, multiverso ganha firmeza


O mapa do céu gerado pelo Planck mostra regiões mais empoeiradas (vermelho) e menos empoeiradas (azul). A região observada pelo BICEP2 (retângulo preto) não está entre as menos empoeiradas, o que deve explicar uma porção substancial dos resultados interpretados como ondas gravitacionais (polarizações de modos B).[Imagem: Planck Team]

Poeira na teoria

Em Março deste ano, uma equipe de astrofísicos norte-americanos anunciou ter detectado ondas gravitacionais que reforçariam a teoria do Big Bang, eventualmente a primeira comprovação experimental da inflação cósmica.

Em Junho, porém, quando o artigo foi revisado por outros cientistas e publicado, a equipe já admitia que os sinais eventualmente detectados poderiam ser parcialmente devidos à poeira cósmica da nossa própria galáxia.

Agora, os resultados preliminares da equipe do telescópio espacial Planck confirmam que a área observada pelo BICEP2 tem poeira suficiente para invalidar as conclusões iniciais, ao menos em parte.

Sai inflação, entram multiversos

Contudo, a surpresa é que agora outros físicos estão defendendo que, além de não comprovar a inflação cósmica, os resultados obtidos na verdade descartam esse processo essencial para o modelo do Big Bang e reforçam uma hipótese oposta - a chamada teoria dos multiversos.

David Parkinson e seus colegas da Universidade de Queensland, na Austrália, afirmam que, já descartada a poeira, qualquer sinal de ondas gravitacionais que possa ter sido detectado pelo BICEP2 - a chamada polarização de modos B - na verdade descarta qualquer "forma razoável de teoria inflacionária".

A referência a "formas razoáveis" de uma teoria lembra que, nesse campo, há muito mais conjecturas do que sequer hipóteses - quanto menos teorias. São essencialmente modelos matemáticos, que alguns físicos afirmam ser "tão ultrassimplificados" que não poderiam ser usados para sugerir qualquer indício detectável experimentalmente - aí incluídas as ondas gravitacionais.

De qualquer forma, é o melhor que temos hoje. Ocorre que a equipe australiana afirma que mesmo os melhores desses modelos são descartados pelas observações.

"O que a inflação [cósmica] prevê é justamente o reverso do que nós descobrimos. Quantos modelos inflacionários [os dados] descartam? A maioria deles, para ser honesto," disse Parkinson.

O artigo de Parkinson e seus colegas foi colocado no repositório arXiv, mas ainda não foi analisado profundamente por outros cientistas - e mesmo esta análise dependerá dos resultados finais da equipe do telescópio Planck, que está se mostrando extremamente cuidadosa em suas análises, e só deverá publicar os resultados finais no mês que vem.

Mas a proposta já está ecoando na comunidade de astrofísicos.


A teoria dos multiversos foi antecipada por um teólogo da Idade Média. [Imagem: Tom C. B. McLeish et al.]


Não é tão simples

Katherine Mack, astrofísica da Universidade de Melbourne, concorda que encaixar os modelos de inflação cósmica nos dados do BICEP2 exige tantos "truques matemáticos" que se perde a chamada relação de consistência da inflação, "algo que é considerado absolutamente básico para a inflação," disse ela - essa relação de consistência correlaciona a amplitude das ondas gravitacionais primordiais com a distribuição de matéria no Universo.

"O problema mais profundo é que, uma vez que a inflação começa, ela não termina da forma como estes cálculos simplistas sugerem," disse defende Paul Steinhardt, da Universidade de Princeton, um dos criadores da teoria inflacionária, em entrevista à revista New Scientist.

"Em vez disso, devido à física quântica, ela leva a um multiverso, onde o universo se divide em um número infinito de fragmentos. Os fragmentos incluem todas as propriedades concebíveis conforme você vai de um para o outro. Assim, não faz nenhum sentido dizer o que a inflação prevê, exceto dizer que ela prediz tudo. Se for fisicamente possível, então acontece no multiverso," explica ele.

Steinhardt acha que não vale a pena introduzir "um multiverso de possibilidades" para explicar a inflação - mas também que a inflação não é a explicação simples e convincente que todos estão procurando.

Opiniões à parte - os fóruns de física neste momento têm delas para todos os gostos - o fato é que todos terão que aguardar ansiosamente os resultados do Planck no mês que vem, e então ver quais truques matemáticos serão possíveis para cada um manter viva a teoria de sua preferência - e quais delas terão que ceder às evidências.

Por enquanto, a "comunidade dos multiversos" parece estar ganhando força.

FONTE: SITE INOVAÇÃO TECNOLOGICA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…