Pular para o conteúdo principal

Arquivo Ovni: O pequeno extraterrestre que voou para o sol


Local : fazenda Bom Jardim,no município baiano de Boa Vista do Tupim,80 quilômetros e nordeste e macugê,no coração da Chapada Diamantina.Data: 16 de Agosto de 1995,ás 10 horas de um dia ensolarado.
Alguns garotos da roça desciam alegremente uma íngreme encosta,munidos de atiradeiras para caça de passarinhos .De repente ,um deles,olhando para o outro lado do vale,num local de escassa vegetação,grita para os companheiros : “Olha ali!um bicho!” Todos olham e vêem uma criatura verde,novendo-se por entre mato,do outro lado do grotão,a uns 100 metros de distância.Os meninos,excitados,correm procurando se aproximar da “coisa verde” e vão subindo,cautelosamente,a encosta.Então,o garoto que vai à frente,fala para os demais.”Não é um bicho.É um menino”.Todos vão se aproximando ,olhando aquela criatura que executa estranhos movimentos oscilantes com o corpo,balançando para diante e para trás,andando por entre as árvores,numa incessante atividade.
Notado algo de inusitado naquele ser,um dos meninos sai correndo e vai chamar seu pai,que mora a uns quinhentos metros do local.
Conversando com o Sr. Edílson de Souza Pinheiro,43 anos,o pai do garoto,ele me diz:” Pensei,de início,que era algum dos meninos da vizinhança.Mas, ao se aproximar do local,logo vi que não era nada do que imaginava.Ali estava uma criatura com pouco mais de um metro de altura,muito ativo,vestindo uma espécie de macacão verde colante e tinha a cabeça envolta num capacete,cuja frente transparente deixava ver o rosto.Eu me aproximei cerca de dez braças(uns 22 metros),junto com os meninos.O ser parecia não se importar muito com a nossa presença.Continuava a andar entre os arbusto e balançava o corpo para diante e para trás,num movimento incessante”.
O que mais chamou atenção dos presentes foi o círculo espelhado fixado na altura do tórax,circundado por alguns botões que eram constantemente manipulados pela criatura.Esse círculo espelhado refletia,vez por outra,a luz do sol,irradiando forte luminosidade.
Um cão que acompanhava os meninos,passou por perto do ser e nem um nem outro mostrou qualquer sinal de percepção mútua,o que deixou a todos admirados.
Em certo momento,aquele pequeno ser se dirige para uma árvore e tenta escalá-la num pulo de quase dois metros,mas,a seguir,se deixa cair suavemente no solo.
Querendo se aproximar ainda mais da criatura,para poder observá-la melhor e,talvez,se comunicar com ela,o Sr. Edílson diz,baixinho,para um dos meninos: “Vou em casa buscar um ferro” (ele se referia a uma foice ou facão de mato) e começa a se afastar.Mas,como se o “menino verde” houvesse captado as palavras do Sr. Edílson,logo se afasta uns dez metros rumo a uma clareira e imediatamente,num leve impulso,começa a se elevar no espaço.
Com as pernas eretas,um pouco afastadas,braços descaídos e sempre em pose vertical,aquele ser estranho ganha altura e se dirige diretamente para o sol,que brilha forte perto do zênite.São onze horas,quase uma hora depois que foi avistado pelos garotos.
Ao inquirir as testemunhas certifiquei-me,previamente,da credibilidade das mesmas,bem como de que o ET,ao se elevar do céu,não estava embarcado em qualquer dispositivo mecânico.Ao que me consta,na casuística ufológica não é comum que tenha havido caso semelhante,salvo pequenos saltos de alguns metros.Mas há referências sobre um “cone anti gravitacional” gerado por Naves e que permite que pessoas ou animais desçam ou subam flutuando ,como se levitassem entre o solo e a Nave.
Nesse caso,poderíamos admitir que uma Nave se utilizasse da própria luminosidade do sol como camuflagem para se ocultar,o que levou aquelas testemunhas a imaginarem que se o ser “entrara no sol”.

Observação :

Neste caso,logo após ocorrido,chegou ao conhecimento do prefeito da cidade de Boa Vista do Tupim,Sr. Getúlio Sena Barros,o qual,admirador da Ufologia,interessou-se em ir ao local e fazer um levantamento dos fatos.Convencido de sua veracidade,comunicou-me o caso,que resultou na minha ida àquele local,cerca d e 250 quilômetros de Morro do Chapéu,onde moro.

FONTE: ufobahia.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Fazendeiro grego encontra túmulo de 3.400 anos debaixo de suas oliveiras

Por: George Dvorsky

Um túmulo de 3.400 anos contendo dois caixões e dúzias de artefatos que remontam ao fim da era Minoica estava escondido debaixo do olival de um fazendeiro grego, no sudeste da ilha de Creta, na Grécia.

Como noticiado pelo Cretapost, o homem, que não teve seu nome revelado, estava tentando estacionar seu veículo debaixo da sombra de uma oliveira quando o solo debaixo dele começou a afundar. Depois de se afastar, o fazendeiro notou que um buraco medindo cerca de 1,2 metro de largura apareceu de repente. Quando ele olhou para o vazio abaixo, rapidamente percebeu que havia se deparado com algo importante.


O buraco. Imagem: Eforato de Antiguidades de Lasithi

O fazendeiro contatou o Eforato de Antiguidades de Lassithi — ministério de patrimônio local —, que enviou arqueólogos para investigar. Descobriram então que o fazendeiro havia se deparado com um túmulo da era Minoica contendo um par de caixões, cada um deles com um só esqueleto. Duas dúzias de vasos com ornamentos…